Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Naufrágio na Ilha de Cotijuba: proprietários de embarcação serão investigados por homicídio doloso

Para a Polícia Civil, pelos primeiros relatos, os proprietários da embarcação assumiram o risco de das mortes

Igor Reis

Os proprietários da lancha Dona Lourdes 2, que naufragou próximo à ilha de Cotijuba, na manhã desta quinta-feira (8), estão sendo investigados por homicídio doloso e outros crimes. A informação foi repassada pela Polícia Civil do Pará, durante entrevista coletiva no Centro Integradao de Comando e Controle (CICC).

Meire Ferreira Oliveira é a dona da embarcação e Marcos de Souza Oliveira era o responsável direto e estava na embarcação. Ele fugiu e ambos estão sendo procurados. Pelo menos 11 pessoas morreram. Outras 63 sobreviveram e já foram identificadas pela Defesa Civil. A lotação máxima era de 82 pessoas e possivelmente a embarcação estava superlotada.

Pelos relatos colhidos pela Polícia Civil, a investigação, a princípio, será por homicídio doloso, já que os proprietários assumiram os riscos de acidentes, além de outros agravantes, como omissão de socorro. Há outras investigações em curso pela Marinha do Brasil, sobre outras condições técnicas mais específicas, como presença de coletes e outros elementos estruturais essenciais, além da operação ilegal em si.

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ