Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Em Santarém, mais de 70 animais abandonados foram resgatados desde 2021

Em 2021 houve a apreensão de 57 equinos que estavam soltos na rua de Santarém. Já no ano de 2022, no período de janeiro a março foram 27 apreensões

Andria Almeida

Os bairros mais movimentados da cidade de Santarém, com alto fluxo de carros, têm registrado a presença de muitos animais abandonados. No período de janeiro de 2021 a março de 2022, já houve a captura de mais de 70 animais soltos em via pública. A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio do Núcleo Técnico de Vigilância em Saúde, é quem faz as buscas. A medida garante a segurança do animal, condutores e população em geral. Evitando que haja acidentes de trânsito.

Em 2021 houve a apreensão de 57 equinos que estavam soltos na rua de Santarém. Já no ano de 2022, no período de janeiro a março foram 27 apreensões. O abandono de animais é caracterizado como uma forma de maus-tratos, de acordo com a Lei nº 9.605/1998.

Após ser apreendido pelos órgãos responsáveis, o proprietário deverá pagar multa para levar o animal. Caso o dono não faça procura no prazo de 3 dias, haverá disponibilidade para a adoção.

Dona Nelcy Santos já sentiu na pele os riscos de animais soltos nas ruas. Ela relata que já sofreu dois acidentes de trânsito causados por esse motivo. “No ano passado eu ia de moto táxi pela rua Edvaldo Leite e do nada apareceu um cachorro na pista, não teve como desviar, acabamos batendo o cachorro mais graças à Deus não caímos. Já nesse ano outro cachorro provocou acidente, desta vez nós caímos, mas não chegamos a machucar porque a rua era de areia”, contou.

O condutor, Evandro Barbosa, relata que é recorrente encontrar animais soltos nas ruas do município. “Infelizmente já me deparei por várias vezes com animais soltos na via pública. Isso é muito sério e perigoso. Essa situação pode ocasionar acidentes caso o condutor não perceba a presença do animal a tempo. Sempre que vejo um animal atravessando a rua, tenho reduzido a velocidade para não atingir, evitando um acidente pior. Mas há momentos que não tem como os condutores parar o veículo bruscamente por conta do veículo que vem atrás estar muito próximo” relatou.

Sobre os resgates de animais nas vias

Os resgates são realizados a partir de denúncias da própria população, recebidas pelo canal de atendimento telefônico, através do número (93) 99165-3596. O órgão atende 24h por dia, de segunda a sexta-feira.

Ao receber a denúncia, a equipe se desloca ao local indicado para realizar a captura. Em seguida, os animais são encaminhados para a sede do Núcleo Técnico de Vigilância em Saúde, localizada na Avenida Moaçara, 735, Diamantino, onde eles ficarão aguardando o resgate do responsável, nesse período os animais recebem todo o cuidado necessário.

O chefe do Núcleo Técnico de vigilância em saúde, Marcelino Xavier, ressalta a importância dessa medida. “Através dessas apreensões muitos acidentes são evitados, tendo em vista que animais na rua são sempre um perigo, tanto para a saúde deles mesmo, como para a segurança dos condutores e da população de maneira geral. Então, nos pedíamos ajuda da população, para denunciar se ver algum animal em situação de abandono, que esteja vagando pelas ruas da cidade, que nós da vigilância vamos fazer o resgate e esse animal vai receber todo o cuidado necessário “, ressaltou.

A veterinária da vigilância animal, Alessandra Costa ressalta que a captura de cavalos nas vias é mais comum no município, embora exista em algumas situações a apreensão de cães. A maioria das vezes, em que há ocorrências envolvendo cães que ofereçam algum perigo, o Corpo de Bombeiros ou polícia traz eles para cá, a gente espera o dono, que na maioria das vezes já a procura do animal”, explicou.

A veterinária enfatiza que são acionados para resgatar animais acidentados na via, no entanto, o órgão não possui suporte para tratar o animal. “Nosso trabalho é retirar o animal da via, infelizmente não temos como cuidar do animal acidentado”, relatou.

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ