Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Cidadão que descumprir 'toque de recolher' será multado a partir desta sexta-feira (5)

Multas podem chegar a R$ 50 mil para quem descumprir as normas impostas em decreto

Redação Integrada

O decreto 800, publicado na tarde dessa quarta-feira (3), que institui restrições mais severas para frear a propagação da covid-19, prevê multa para quem for flagrado circulando nas ruas, entre 22h e 5h, sem necessidade comprovada. A medida é válida a partir desta sexta-feira (5). Até esta quinta, as abordagens cumprem caráter educativo.

Barreiras de fiscalização foram montadas nas principais vias da capital. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup). Os pontos de bloqueios são instalados em locais estratégicos e não serão estáticos, ou seja, podem alterar conforme a necessidade de fiscalização.

LEIA TAMBÉM:

- Shoppings centers e academias têm horário reduzido por decreto estadual

"A nossa ideia é primeiro orientar aqueles que desconhecem o decreto, mas a partir do momento em que se perceber o não-cumprimento, vai ser exercido o poder de multar o cidadão. Esperamos que a população entenda a medida adotada pelo governo que busca proteger a população na pandemia", afirmou o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Dilson Júnior, que acompanhou o trabalho executado na barreira da Almirante Barroso.

Praticas esportivas amadoras também estão proibidas (Pedro Guerreiro / Agência Pará)

Valores

Em caso de desobediência às normas restritivas, haverá, de forma progressiva, sanções com advertência: multa diária de até R$ 50 mil para pessoas jurídicas, a ser duplicada a cada reincidência; e R$ 150 para pessoas físicas, a ser duplicada a cada reincidência, além de embargo e/ou interdição de estabelecimentos.  

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ