Águas do Rio Tapajós invadem orla de Alter do Chão

Quem procurou o balneário nesta semana se deparou com a "invasão"

Manoel Cardoso, especial para a Redação Integrada de O Liberal

A inundação da orla de Alter do Chão, um dos principais cartões postais do Pará, chama atenção de visitantes da região e de vários países do mundo. Quem procurou o balneário no início desta semana se deparou com a "invasão" das águas do rio Tapajós, no calçadão da Vila, distante 37 quilômetros de Santarém, no oeste do Pará. O rio também cobriu algumas barracas da Ilha do Amor. Porém, segundo a Defesa Civil de Santarém, as águas devem começar a baixar ainda neste mês de junho. Por conta da enchente, as praias desapareceram. 

As águas tomaram conta da orla de Alter do Chão (Manoel Cardoso)

Apesar das praias estarem submersas, é possível encontrar turistas que não abrem mão de um passeio pelas águas do Tapajós. “Está cheio, mas a paisagem é bonita, mesmo sem a gente ver essas praias. É uma coisa que encanta”, afirmou o vigilante Julianderson, que veio de Manaus com a família. Os moradores de Alter do Chão reforçam que as cheias acontecem a partir do mês de março, e quando chega no fim de junho, as águas começam a baixar.

Pará