Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Renúncia de Boris Johnson é aguardada para hoje

Vários veículos britânicos dão como certa a saída do primeiro-ministro do cargo, após escândalos no governo

O Liberal

Vários veículos britânicos, entre eles a Sky e BBC, dão como certa a saída de Boris Johnson do cargo de primeiro-ministro nesta quinta-feira. Ele teria concordado em renunciar após a crise de consequências imprevisíveis, iniciada com um escândalo sexual envolvendo Chris Pincher, um parlamentar conservador muito próximo ao premiê. As informações são do G1 Mundo.

"Boris Johnson vai renunciar como líder do Partido Conservador hoje", postou o editor político da BBC, Chris Mason, no Twitter. Os jornais The Telegraph, The Times, Independent, The Sun, Mirror e The Guardian, também estão prevendo a saída de Johnson.

VEJA MAIS

Boris Johnson diz que invasão na Ucrânia é exemplo de ‘masculinidade tóxica’
Primeiro ministro britânico afirmou que se o presidente da Rússia, Vladimir Putin, fosse mulher, não teria invadido a Ucrânia, ato que considera ‘maluco e machista’

Bolsonaro concorda em pedir cessar-fogo, após conversa com Boris Johnson, diz assessoria britânica
Informações divulgadas pela assessoria do primeiro-ministro definem atos de Putin como ‘repugnantes’

Jornalista ucraniana confronta primeiro ministro Boris Johnson: ‘Você está com medo’; assista
Emocionada, Daria Kaleniuk falou ao primeiro ministro: "Os filhos de Putin estão nos Países Baixos, na Alemanha, em mansões. As mansões deles foram repreendidas?”

Um porta-voz do escritório dele informou que o primeiro ministro fará um pronunciamento à nação nesta quinta. Ele vem se segurando no poder apesar da renúncia em série de seus principais ministros – mais de 50 ministros e assessores deixaram seus cargos.

O novo ministro das finanças, Nadhim Zahawi, pediu publicamente que Johnson "fosse embora", afirmando que a crise que envolve o governo só vai piorar. "Isso não é sustentável e só vai piorar, para você, para o Partido Conservador e o mais importante para todo o país", postou Zahawi no Twitter, informando ainda que foi ao escritório do primeiro-ministro, na noite de quarta-feira, com colegas de gabinete, para dizer a Johnson para ele "sair com dignidade".

 

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO