Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Paciente terminal é preso ao cumprir último desejo antes de morrer; saiba qual

O homem foi detido por seis policiais cerca de 20 minutos depois do ato

O Liberal

Um paciente terminal foi preso após realizar um dos seus últimos desejos: mostrar o bumbum para uma câmera de monitoramento de trânsito, na região de Kidderminster, no Reino Unido. As informações são do Uol/Hugo Gloss.

Identificado como Darrell Meekcon, o professor aposentado resolveu fazer uma lista de desejos quando recebeu o diagnóstico de uma doença degenerativa chamada atrofia multissistêmica. Enquanto sua mulher foi comprar pão, o homem aproveitou para mostrar o bumbum diante de uma van móvel da polícia, sendo preso cerca de 20 minutos depois. "Eu sou doente terminal, eu não vou conseguir respirar assim", disse ele enquanto era algemado pelos policiais. "Isso é ridículo, eu mostrei o bumbum para uma câmera de trânsito", continua o professor no registro gravado pela sua esposa. "Bom, essa é uma declaração significativa que você acabou de dar para nós", responde o policial, veja:

VEJA MAIS

Menino de 9 anos que luta contra o câncer realiza sonho de conhecer os bombeiros Davi tem sua luta pessoal contra a leucemia, mas se encantou desde pequeno pela missão da corporação, de salvar vidas

Colombiana que conseguiu direito à eutanásia entra na justiça após procedimento ser suspenso O procedimento deveria ocorrer no último domingo, mas foi cancelado horas antes; Martha Sepúlveda não tem doença terminal, mas conseguiu o direito à morte assistida

Mesmo com três viaturas e seis policiais na sua casa, ele não se arrependeu de realizar o desejo. "Estou bem feliz em dizer isso porque era um item da minha lista de desejos (...). Sou um paciente terminal, tenho um tempo muito curto para viver e esse era um dos meus desejos. Você já quis mostrar a bunda para uma câmera de segurança? Bom, eu já".

Depois de ser levado pela polícia, Darrell foi solto e está sob investigação por direitos de exposição indecente e direção perigosa. "Eu saí do carro e mostrei minha bunda. Eu levantei a minha calça e entrei no carro. Eu não pensei em nada sobre isso, foi uma boa risada", diz ele sobre o momento. 

Apesar disso, o homem reflete sobre a atitude dos policias que, segundo ele, destruiram a porta da frente e estraçalharam o portão de trás da sua casa. "Eles me viram como um cara grande. Talvez eles tenham me visto como uma ameaça, mas por conta das minhas doenças, uma criança de cinco anos poderia me derrubar", completa.

Palavras-chave

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO