OMS diz que missão na China inicia investigação sobre coronavírus no fim de semana

Trabalho estará focado em como o vírus está se espalhando e na gravidade da doença

Reuters

Uma missão conjunta liderada pela Organização Mundial da Saúde com a China começará seu trabalho de investigação do surto neste fim de semana e se concentrará em como o novo coronavírus está se espalhando e na gravidade da doença, disse o diretor da OMS nesta sexta-feira.

A missão também buscará mais detalhes sobre como, onde e quando os mais de 1.700 profissionais de saúde infectados até agora contraíram o novo vírus.

"Esperamos que a equipe completa chegue no fim de semana", disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, a repórteres.

"Será dada especial atenção à compreensão da transmissão do vírus, da gravidade da doença e do impacto das medidas de resposta em andamento."

As autoridades chinesas registraram 5.090 novos casos na China continental na sexta-feira, incluindo mais 120 mortes, elevando o número total de infectados para 63.851, e o número de mortes pela doença, agora chamada COVID-19, para 1.380.

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!