Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Líderes europeus visitam a Ucrânia: ‘mensagem de união’; veja vídeo

Emmanuel Macron, Olaf Scholz e Mario Draghi conversaram pessoalmente com o presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyi. País está sob ataque da Rússia desde o dia 24 de fevereiro

O Liberal

Líderes europeus fizeram uma visita conjunta à Kiev, capital da Ucrânia, para conversar pessoalmente com o presidente do País, Volodymyr Zelenskyi. Estavam na comitiva o presidente francês Emmanuel Macron, o chanceler alemão Olaf Scholz e o primeiro-ministro da Itália Mario Draghi. As informações são da agência RTP e foram divulgadas pela Agência Brasil.

Na ocasião, eles discutiram o futuro do território ucraniano, que está sob ataque da Rússia desde o dia 24 de fevereiro deste ano. Segundo Macron, a visita representa “um momento importante” e manda uma “mensagem de união” para o povo ucraniano.

VEJA MAIS

Papa Francisco diz que ucranianos são corajosos e critica ‘brutalidade’ das tropas russas
Declarações foram publicadas nesta terça-feira pela revista italiana 'La Civilta Cattolica'

Novo mercenário de Putin é morto em conflito na Ucrânia
Vladimir Andonov fazia parte do Grupo Wagner, uma organização acusada de cometer crimes de guerra e violar direitos humanos

Soldado brasileiro morre na guerra da Ucrânia, dizem combatentes
Itamaraty não confirmou a morte; ex-militar brasileiro estava no país voluntariamente para lutar na guerra contra a Rússia

O líder francês afirmou ainda que crimes de guerra foram cometidos na cidade de Irpin, na entrada de Kiev. "É uma cidade heroica, marcada pelo estigma da barbárie", disse.

A cidade citada por Macon foi alvo de bombardeios intensos, em março. Mario Draghi afirmou que os russos "destruíram jardins de infância, parques infantis. Vamos reconstruir tudo".

Olaf Scholz garantiu que a Alemanha ajudará a Ucrânia a resistir à ofensiva alemã “pelo tempo que for preciso”. Segundo ele, está sendo organizada ajuda financeira, humanitária e de armamento.

VEJA MAIS 

Netflix encerra atividades na Rússia
Empresa decidiu abandonar definitivamente mercado russo, onde tinha 700 mil assinantes

União Europeia quer deixar de importar petróleo russo
Meta é que 27 países acabem com dependência de combustíveis do país para evitar novos problemas do futuro

Rússia condiciona fim de ataque a desarmamento da Ucrânia
O porta-voz do Kemlin não comenta o veto à entrada do país vizinho na OTAN.

Fernández se encontra com Putin e conversa sobre dívida com FMI e vacinas russas
Presidentes discutiram o panorama internacional e as relações russas com a América Latina

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO