Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Guerra na Ucrânia: Rússia corta fornecimento de gás natural para Polônia e Bulgária

O primeiro-ministro polonês, Mateusz Morawiecki, disse que o governo russo estava tentando chantageá-lo

O Liberal

A Rússia suspendeu, nesta quarta-feira (27) o fornecimento de gás natural para Polônia e Bulgária. As duas nações estão entre os países da União Europeia que se recusaram a pagar pelo produto em rublos, exigência de Moscou para estabilizar e impulsionar sua moeda diante das sanções do Ocidente. O primeiro-ministro polonês, Mateusz Morawiecki, disse que o governo russo estava tentando chantageá-lo, mas que o país se preparou e diversificou suas fontes de energia. As instalações de armazenamento de gás polonesas estão 76% cheias, segundo ele. As informações são do Portal Metrópoles.

VEJA MAIS

Fertilizantes ajudam agronegócio e segurança alimentar, afirma presidente Bolsonaro
Rússia envia ao Brasil 27 navios carregados com insumos agrícolas

Em visita à Rússia, Secretário-geral da ONU pede cessar-fogo imediato na Ucrânia
Na tarde desta segunda-feira, ele vai se reunir com o presidente Vladimir Putin

A empresa polonesa de gás natural PGNiG anunciou que a Gazprom deixaria de fazer entregas na Polônia a partir desta quarta-feira. Informou ainda, pelo Twitter, que monitora a situação “e está preparada para vários cenários”. Mais de 45% do gás usado na Polônia sai da Rússia por meio do gasoduto Yamal, mas a geração de eletricidade do país depende mais da queima de carvão do que do gás. 

Com a decisão, a Polônia, que também importa gás por meio de portos no Mar Báltico, planeja começar a receber gás da Noruega no final deste ano, após a conclusão de um gasoduto de 900 quilômetros.

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO