Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Foto de idosa que passava protetor solar no rosto, mas não no pescoço, surpreende a web; veja

A diferença perceptível da pele intrigou os internautas e alertou para o uso correto do protetor solar e prevenções contra o câncer de pele

Paula Figueiredo

A imagem de um artigo acadêmico que mostra a diferença da qualidade da pele de uma idosa de 92 anos que passou protetor solar no rosto, mas não no pescoço, viralizou na internet nas últimas semanas e surpreendeu os internautas pelos danos causados pelo sol. 

VEJA MAIS

Verão amazônico é período de alerta para cuidados com a pele
Oncologista destaca importância da prevenção, diagnóstico precoce e assistência adequada para evitar quadros de câncer de pele

Confira quais são os melhores protetores solar para o rosto de acordo com o tipo de pele
As opções vão auxiliar na escolha de um bom protetor solar conforme o tipo de pele

No registro publicado, é possível ver o rosto com uma pele lisa e sem manchas, enquanto o pescoço exibe uma diferença de tonalidade, rugas e manchas de diversos tamanhos. Segundo informações do documento, a mulher passou protetor solar por, ao menos, 40 anos no rosto, deixando de lado a proteção do pescoço, o que ocasionou essa diferença "impressionante". Veja a foto:

Diferenças entre a pele do rosto e do pescoço da idosa que usou protetor solar. (Foto:C. Posch / Journal of The European Academy of Dermatology and Venereology)

Conclusão da pesquisa 

O estudo científico de outubro do ano passado foi publicado no Journal of The European Academy of Dermatology and Venereology e teve como autor Christian Posch, pesquisador do Departamento de Dermatologia da Universidade Técnica de Munique, na Alemanha.

O responsável comemorou a repercussão da imagem e alertou sobre os danos dos raios UV. "Fico feliz em ver essa foto circulando. É incrível! Não tem como mostrar os danos causados pelos raios UV de forma mais gráfica”, escreveu ele no Twitter.

A pesquisa, que tinha o objetivo de avaliar prevenções para o câncer de pele, concluiu que o envelhecimento da população é um indutor da doença. "O envelhecimento é um indutor discreto e potente de câncer de pele que precisa ser abordado sistematicamente para melhorar a prevenção do câncer de pele no futuro”, diz um dos trechos da pesquisa. 

Uso do protetor solar

De acordo com informações da Sociedade Brasileira de Dermatologia, o segredo da proteção contra a radiação está no uso diário do protetor solar desde a infância. O fator de proteção solar (FPS) recomendado é acima de 30. 

(Estagiária Paula Figueiredo, sob supervisão de Tainá Cavalcante, editora web de OLiberal.com)

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO