Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Filhos passam oito horas ao lado do cadáver da mãe que morreu durante voo

Helen Rhodes estava voando de Hong Kong para o Reino Unido com a família, mas morreu enquanto dormia durante a viagem

Maiza Santos

Uma britânica chamada Helen Rhodes morreu quando viajava de avião junto com os filhos e o marido. A mulher havia passado 15 anos vivendo em Hong Kong e retornava ao Reino Unido, onde iria tentar uma vida melhor. Após ser comprovada a morte de Helen durante o voo, a família teve que passar cerca de oito horas junto com o cadáver até a aeronave pousar.

VEJA MAIS

Família abre caixão e encontra serragem ao invés de corpo de bebê
Funcionário do hospital teria entregado um pacote lacrado com serragem dentro. Boletim de ocorrência foi registrado como subtração de cadáver

Jovem mata amigo a facadas e dorme ao lado do cadáver; suspeito alega crime de honra
O suspeito afirmou que matou o idoso - de 60 anos - após a vítima ter tentado manter relações sexuais com ele. No entanto, as apurações não comprovaram essa possibilidade

Elefante mata idosa de 70 anos, reaparece no funeral e pisoteia o cadáver
A região registra vários casos de mortes por elefantes todos os anos

De acordo com testemunhas, a mulher parecia bem quando embarcou. No entanto, algumas horas depois ela foi declarada morta. Somente quando pousaram em Frankfurt, na Alemanha, o corpo pôde ser removido do avião. O marido e os filhos tiveram que seguir viagem para o Reino Unido. Não se sabe qual foi a causa da morte. 

Jayne Jeje, uma amiga da família, contou em um post nas redes sociais que eles estão organizando uma campanha de arrecadação de fundos para ajudar a família a custear o traslado do corpo e o funeral. 

"Helen e a família encerraram uma vida em Hong Kong após mais de 15 anos para embarcar em um novo capítulo, morando de volta em casa no Reino Unido. Helen estava animada e nervosa com a mudança, mas ansiosa para ver a família em casa, já que ela não via familiares e os pais idosos desde o início da pandemia", escreveu na publicação da campanha.

(Estagiária Maiza Santos, sob supervisão da editora web de OLiberal.com, Ana Matos)

 

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO