Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Castração química é proposta pelo presidente do Peru em casos de estupro

Declaração foi feita por Castillo após um caso de sequestro e esturpo de uma menina de três anos

Emilly Melo

O presidente do Peru, Pedro Castillo declarou que a castração química deveria ser obrigatória para estupradores de menores de idade e mulheres, assim como acontece em outros países. A proposta foi feita no sábado (16), quando o chefe do executivo afirmou que o atual governo está avaliando medidas drásticas para os crimes de violência sexual. As informações são da AFP.

VEJA MAIS

Tio estupra sobrinha de 11 anos e se entrega à polícia, em Irituia Ele confessou o crime e foi autuado em flagrante por estupro de vulnerável majorado pelo grau de parentesco

Pai é preso acusado de estuprar e matar filha de um mês em Novo Repartimento Caso aconteceu neste domingo (10) no sudoeste do Pará

Homem é preso suspeito de estuprar e torturar a ex-companheira em Santarém Em depoimento, a vítima conta que após as agressões o ex-companheiro teria ainda raspado suas sobrancelhas e obrigado a vítima a fazer juras de amor para ele

"Chega de tanta violência, os crimes de violência sexual contra as crianças não serão tolerados por este governo, nem ficarão impunes. A dor desta família também é nossa, fico indignado diante de tanta crueldade", disse Castillo aos jornalistas.

Para que a medida seja incluída no Código Penal é necessária a aprovação do Congresso. 

"Exortamos o Congresso a respaldar medidas concretas em favor dos mais vulneráveis, porque não podemos seguir tolerando esses atos violentos que prejudicam nossa integridade como sociedade e destroem a vida de indefesos", acrescentou.

A declaração foi feita depois do caso de sequestro e estupro de uma menina de três anos, na cidade de Chiclayo, norte do país. "Este ato atroz e desumano nos leva a uma enorme reflexão como país para adotar políticas públicas de Estado mais severas que protejam os direitos humanos dos mais indefesos, que são as nossas crianças, e a castração química é uma opção, não podemos esperar mais", frisou.

(*Emilly Melo, estagiária, sob supervisão de Keila Ferreira, coordenadora do Núcleo de Política)

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO