Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Bombardeio a hospital pediátrico em Mariupol, na Ucrânia, deixa 17 feridos

Zelensky chama de ‘atrocidade’ o ataque; alto funcionário diz que piloto russo sabia onde cairia a bomba

O Liberal

A Rússia bombardeou um hospital pediátrico em Mariupol, um porto do sudeste da Ucrânia, nesta quarta-feira (9), anunciou um alto funcionário regional, Pavlo Kirilenko. Ao menos dezessete adultos ficaram feridos. As informações são da AFP.

"Há 17 feridos confirmados entre os funcionários do hospital", disse Kirilenko à televisão ucraniana, acrescentando que de acordo com os primeiros informes "não havia nenhuma criança" entre os feridos, nem tampouco mortos.

VEJA MAIS

Presidente da Ucrânia, Zelensky diz estar pronto a fazer concessões para pôr fim à guerra
Chefe da nação invadida afirma que ainda não pode dar detalhes, mas admite que não vê saída

Rússia x Ucrânia: Menina canta ‘Let it go’, do filme Frozen, em abrigo subterrâneo cheio de crianças
As imagens mostram as famílias reunidas, num lugar com pouco espaço

Leonardo DiCaprio doa R$ 50 milhões para exército da Ucrânia
Assim como diversas outras estrelas, o ator também condenou o ataque da Rússia

O presidente ucraniano, Volodimir Zelensky, chamou o ataque de "atrocidade" em vídeo publicado no Twitter, em que mostrou a extensão da destruição no complexo médico.

Kirilenko disse que o ataque "literalmente destruiu" uma maternidade no centro da cidade, que também incluía uma unidade pediátrica.

Ele acrescentou que um piloto russo evidentemente sabia onde a bomba cairia.

Vídeos divulgados por Kirilenko e autoridades da cidade mostram o momento da evacuação do hospital, com uma mulher em uma maca e outra auxiliada por dois homens ao sair do prédio.

As filmagens também mostram um enorme buraco no pátio do hospital, galhos de árvores arrancados e veículos em chamas.

O porta-voz da ONU, Stéphane Dujarric, declarou, referin do-se ao ataque, que nenhuma unidade de saúde "deve ser alvo".

 

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO