Sem público, Flamengo se recupera no fim e vira sobre a Portuguesa-RJ

Com portões fechados no Maracanã neste sábado por causa da pandemia do coronavírus, Rubro-Negro faz dois gols rápidos e vence a Lusa na Taça Rio, segundo turno do Carioca

David Nascimento

Depois de ter saído atrás e não ter ido bem em quase todo o jogo, o Flamengo se recuperou nos minutos finais e conseguiu virar sobre a Portuguesa. Na noite deste sábado, no Maracanã, pela terceira rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, os comandados de Jorge Jesus saíram de campo com a vitória por 2 a 1 - Maicon Douglas fez para a Lusa, com Marcão, contra, e Arrascaeta marcando para o Rubro-Negro. A partida foi disputada sem público, com portões fechados, por conta da pandemia do Covid-19, o chamado coronavírus.

BAIXE AQUI o guia de informações essenciais sobre o Coronavírus.

Com o resultado, o Flamengo chegou a nove pontos, na liderança do Grupo A da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca. A Portuguesa, por sua vez, ficou com três, em terceiro. Na segunda-feira, a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro vai se reunir e pode suspender a competição nas próximas rodadas por conta da pandemia do coronavírus. Caso não se adie os jogos e se repita o expediente de portões fechados, o Fla volta a campo no dia 23, contra o Bangu, e a Lusa dia 21, diante do Boavista.

CLIQUE AQUI PARA CONFERIR E SIMULAR A TABELA DA COMPETIÇÃO

LUSA MELHORA Portuguesa começou melhor a partida. O Flamengo, sem seu time completo - diagnosticados com desgaste, Diego Alves, Filipe Luís, Gabigol e Thiago Maia não foram relacionados -, cometeu muitos erros e falhou em alguns pontos. A primeira boa chance foi aos seis minutos com Adriano, que mandou forte, a bola desviou em Rodrigo Caio e passou perto da trave defendida por César. O Rubro-Negro apareceu bem somente aos 37 minutos, com Bruno Henrique, aproveitando cruzamento de Renê. Etapa inicial terminaria sem gols, com o time de Jesus bem abaixo do seu padrão dos últimos meses.

LUSA NA FRENTE!Na volta para o segundo tempo, o panorama pouco mudou. Aos três minutos, Luis Gustavo passou com tranquilidade por Renê e mandou para o gol, com César fazendo grande defesa. Mas aos 12 o 1 a 0 saiu, fazendo jus à superioridade da Portuguesa na partida. Maicon Douglas recebeu em contra-ataque, a bola desviou em Rafinha e parou no fundo do gol. Atrás do placar, o Flamengo tentava buscar forças de qualquer forma - o que era difícil de encontrar, já que não tinha ninguém nas arquibancadas do Maracanã.

RECUPERA E VIRA!O Flamengo, a partir dos 30 minutos, se jogou ao ataque para evitar a derrota. A recuperação dava sinais em campo, com a criação no meio de campo trabalhando com uma maior qualidade. Michael tentou após receber de Vitinho, Bruno Henrique após sobra em chegada de Everton Ribeiro... Até que o empate veio aos 42 minutos - e foi contra. Ganhando na insistência no fim, Vitinho mandou cruzado, a bola bateu em Marcão e entrou, 1 a 1. Três minutos depois, a virada. Arrascaeta recebeu de Renê e mandou no canto, sem chance de defesa. Vitória por 2 a 1, resultado não tão justo pelos 90 minutos, mas merecido pela capacidade de recuperação do Flamengo.

FICHA TÉCNICAFLAMENGO 2 X 1 PORTUGUESA

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)Data/hora: 14/3/2020, às 18h (de Brasília)Árbitro: Maurício Machado Coelho Júnior (RJ) - Nota LANCE!: 6,5 (não influenciou no resultado)Assistentes: Daniel do Espírito Santo Parro (RJ) e Thayse Marques Fonseca (RJ)Gramado: BomPúblico/renda: Portões fechados por conta do coronavírusCartões amarelos: Bruno Henrique (FLA) e Dilsinho, Henrique (POR)Cartão vermelho: -

GOLS: Maicon Douglas 12'/2ºT (0-1), Marcão contra 42'/2ºT (1-1) e Arrascaeta 45'/2ºT (2-1)

FLAMENGO: César, Rafinha, Rodrigo Caio, Léo Pereira e Renê; Willian Arão (Lincoln 35'/2ºT), Diego (Vitinho 13'/2ºT), Everton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Pedro (Michael 8'/2ºT). Técnico: Jorge Jesus.

PORTUGUESA: Milton Raphael, Luis Gustavo, Marcão, Dilsinho e Maicon Douglas (Diego Maia 32'/2ºT); Diego Guerra, Henrique, Romarinho (André Silva 38'/2ºT); Chay, Adriano e Cafu (Muniz 41'/2ºT). Técnico: Rogério Corrêa.

Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM ESPORTES