Trauma? Zagueiro do Remo faz pedido para final contra o Independente: "É torcer para não chover"

Rafael Jansen tentou explicar na coletiva após o treino desta segunda-feira os motivos que levaram o Remo a ser derrotado pelo Independente no primeiro jogo da final do Parazão

Redação Integrada

Após a derrota para o Independente, os jogadores do Remo não tiveram descanso e se reapresentaram no Baenão na tarde desta segunda-feira. A semana será de muito trabalho para que o Remo consiga reverter a situação desfavorável e levar o título estadual.

A reapresentação também foi o momento para os jogadores buscarem explicações para o que fez o Leão ser derrotado na primeira partida da decisão do estadual. 

Para o zagueiro Rafael Jansen, a chuva e o gol contra foram os motivos que levaram o time azulino a sofrer a derrota. Ele disse que está na torcida para que no jogo do próximo domingo (21), às 16 horas, no Mangueirão, o temporal que caiu no final de semana não se repita. 

"A gente precisa trabalhar como fez antes do primeiro jogo. Se dedicar mais ainda. E é torcer para não chover para colocar o que tem feito em prática. Só assim vai conseguir a vitória", avaliou. 

Rafael Jansen, que nas últimas partidas do Remo está sendo improvisado na lateral-esquerda, ainda diz que, apesar do gramado ruim, o time também errou e acabou não sendo eficiente no momento que deveria ser. 

"O campo não estava bem praticável, principlamente, para o estilo de jogo que nós temos no dia dia, que é sair e tocar a bola. Infelizmente, as condições do gramado não ajudaram. E infelizmente também teve uma bola que a defesa tentou cortar, fez o gol contra. Mas, em termos de volume de jogo, nós fomos bem superiores que eles (Independente). Criamos mais chances. Eles tiveram chances só no segundo tempo. Mas no futebol o que vale é o resultado e pecamos no detalhe de fazer o gol contra. Ninguém quer perder e nem fazer gol contra. Isso é coisa que acontece no futebol. O gramado estava bem ruim. Mas esperamos que no próximo jogo não chova e possamos colocar o nosso futebol que treinamos no dia a dia que é com a bola no pé", comentou. 

Outra orientação para os treinos da semana, que partiu da diretoria, é que os jogadores se concentrem e falem menos. Rafael Jansen comentou sobre isso. 

"A semana será de trabalho. Não há outro meio. Tem que trabalhar. Só com o trabalho que vai reverter esse placar que está a favor do adversário. Eu creio que nenhum jogador vai querer falar ou ir a um programa de imprensa. Não é falando que vai resolver alguma coisa. É trabalhar e no final de semana, no jogo, concretizar com vitória", explicou o zagueiro do Remo. 

O Remo volta a treinar nesta terça-feira, em dois horários. Pela manhã, a atividade será na academia. À tarde, treino técnico e tático no Baenão. 

No jogo do próximo domingo, o Independente tem a vantagem do empate. Já o Remo  precisa vencer por dois gols de diferença. No caso de um 1 a 0 para o Remo, o título será decidido nas cobranças de pênaltis. 

A partida entre Remo e Independente vai ter transmissão lance a lance em OLiberal.com.

Remo