Torcida do Remo recebeu adesivo no Mangueirão que pede respeito às mulheres

A ação ocorreu no último domingo, no jogo entre Remo e Tapajós

Andreia Espírito Santo

Após a polêmica envolvendo um vídeo com um grupo de torcedores do Remo no qual ofende as mulheres, foi realizada no domingo uma ação com distribuição de adesivos com frases de respeito às mulheres. As frases usadas foram "Respeite as mina" e "Mulher, remista e do estádio" como forma de conscientizar a torcida da necessidade de ser respeitar cada vez mais as garotas. 

LEIA MAIS

A distribuição dos adesivos agradou e teve o apoio das torcidas do Remo. Uma delas foi a Camisa 33. Sávio Reis explica que a torcida realiza há muito tempo campanhas de cunho social. "A Camisa 33 já realiza iniciativas de cunho social há alguns anos, de maneira a mostrar a sociedade mazelas, preconceitos, etc. Os membros da Camisa 33, em sua maioria, possuem essa visão e concordam com este tipo de ação", comentou do integrada da Camisa 33. 

Sávio ainda destaca que outro objetivo é tornar as arquibancadas um local democrático e respeitoso, principalmente, para as mulheres. "No ambiente do futebol, preconceitos são ainda mais acentuados que no dia a dia, por ser historicamente um ambiente machista e preconceituoso de maneira geral. Nosso objetivo é tornar as arquibancadas cada vez mais democráticas, e isso inclui torná-las um ambiente mais respeitoso pras mulheres. Vemos que nos últimos anos a presença feminina nos estádios aumentou muito, e, consequentemente, a necessidade por respeita-las cresceu junto", avaliou. 

Para o clássico do dia 17 de fevereiro, Sávio conta que ainda não foi definida nenhuma ação. Mas o grupo deve se reunir para fazer uma ação no dia do RexPa para pregar o respeito ao público feminino. "Ainda não definimos nada para o RexPa, mas provavelmente faremos algum tipo de ação", afirmou. 

Remo