Sobre avaliação de Eudes Pedro, presidente do Remo afirma: 'Não tem como antecipar'

Clube prioriza finalização de contratos do elenco

Andre Gomes

Após o vazamento da fala do técnico do Remo, Eudes Pedro, o comandante e o presidente Azulino, Fábio Bentes, falaram sobre o assunto. Em meio à polêmica, o dirigente do Leão conta que uma das razões para a demora na decisão se Eudes continua ou não no Baenão para o próximo ano, se deve aos conversas com o elenco em relação aos encerramentos de contrato.

"Não tem como antecipar essa avaliação [do trabalho de Eudes], vamos concluir na terça-feira (15). A gente está priorizando a finalização de contrato dos atletas que chegam ao fim agora em outubro e encerrando outros. Apenas um ainda não conseguimos chegar em um acordo", revela Bentes, que não citou quem seria o jogador.

Em relação ao futuro do comando técnico do clube, Fábio Bentes afirma que não vê razões para acelerar a confirmação da continuidade ou não do atual técnico do Leão. Segundo o presidente do Remo, mais importante que pressa, é a evolução.

"Ano passado fizemos um planejamento em poucos dias. Mas, esse ano, não tenho que, em dois ou três dias após eliminação na Copa Verde, definir todo futuro do Remo. Todo mundo precisa evoluir e pode ter certeza que em 2020 vai entrar um novo presidente [Fábio Bentes]", finaliza.

Remo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM ESPORTES