Quebras de tabu, vitórias empolgantes e derrotas frustrantes: as estreias do Remo na Copa Verde

Leão terá, às 15h desta terça-fera (13), a sua sexta estreia na competição regional. O adversário será o Sobradinho, em Ceilândia (DF)

Redação Integrada

A estreia em uma competição costuma provocar desde o "frio na barriga" até alterações em fatores fisiológicos dos atletas. No Remo, as consequências dentro da Copa Verde seguiram uma sequência de placares surpreendentes. Nesta terça-feira (13), às 15h, o Leão - sob o comando do técnico Márcio Fernandes - terá a missão de voltar a entrar na disputa com uma vitória, algo que não ocorre há três anos, quando derrotou o Náutico de Roraima, em Boa Vista (RR). Relembre abaixo as estreias:

2014 - PARAGOMINAS 1 x 2 REMO
O Leão enfrentava um Paragominas que era a sensação do campeonato paraense e vinha de um estadual imponente, com direito a título de turno em 2013. Como se não bastasse, o Jacaré de Ilaílson e Aleílson ainda sustentava um tabu de nunca ter perdido para o Remo dentro da Arena Verde. Naquela noite de 13 de fevereiro, porém, o Leão venceu com gols de Max e Leandro Cearense. Aleílson descontou.

 

2015 - REMO 2 X 0 RIO BRANCO/AC
Diante de grande público no Mangueirão, o Remo entrava na Copa Verde contra um rival histórico do futebol paraense: o Rio Branco. O jogo foi equilibrado, mas o Leão foi eficiente e venceu com uma pancada do volante Alberto e um gol de Rony, que já se firmava como titular absoluto no Baenão antes de virar xodó do Athletico Paranaense campeão da Copa Sul-Americana.

 

2016 - NÁUTICO/RR 1 x 3 REMO
O duelo marcado pelos improvisos no estádio Raimundo Ribeiro, como um saco plástico no lugar da bandeirinha de escanteio, marcou a estreia do atacante Potita com direito a gol pelo Leão. A vitória remista foi por 3 a 1. Yuri e Ciro completaram para os azulinos, enquanto que Henrique diminuiu para os donos da casa.

Vinícius fez seu primeiro jogo pelo Remo no Acre (Tarso Sarraf / Arquivo O Liberal)

 

2017 - ATLÉTICO/AC 1 x 1 REMO
Tratado como ídolo no Remo, o goleiro Vinícius estreava pelo clube naquele dia 5 de março, na Arena da Floresta, e foi determinante para que os azulinos não perdessem para o veloz Atlético-AC. O jogo terminou 1 a 1, com Raianderson fazendo o gol dos atleticanos e com Flamel descontando para os remistas.

 

2018 - MANAUS 2 x 0 REMO
O último dia de janeiro foi de derrota para o Remo e crise no time que era comandado pelo saudoso Ney da Matta. O time de Felipe Marques, Jayme e Isac perdeu para os manauaras por 2 a 0, com gols de Hamilton e Rossini.

Remo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM ESPORTES