Executivo explica planejamento do Remo e impõe prazo para definição de treinador

Carlos Kila afirma que tomará decisões em conjunto com a diretoria de futebol

Nilson Cortinhas

A fala mansa, a camisa já em tons azulino e, sobretudo, as declarações bem alinhadas sobre o planejamento azulino marcaram a apresentação do novo executivo de futebol do Clube do Remo, Carlos Kila. O profissional esteve no estádio do Baenão e conversou com a imprensa, ao lado  do presidente do clube, Fábio Bentes e sob os olhares dos diretores Dirson Medeiros e Paulo Mota Jr.  

Kila elogiou a gestão de Bentes, considerada profissional e um ponto chave para que o executivo fechasse com o clube azulino. Ele também chamou a torcida remista de fantástica. Fez questão de ressaltar que tem experiência suficiente para encarar a pressão do cargo. "Você olha para o meu cabelo e está todo branco", brincou.

Carlos Kila foi gestor da base do Grêmio-RS por nove anos. Depois, tornou-se executivo de futebol de clubes do porte de Náutico-PE, Joinville-SC, Ceará-CE, CSA-AL e Brasil de Pelotas-RS. "Não encontrei uma única pessoa que falasse mal do Kila. Elogiaram a sua organização. Espero que fique muito tempo e que possamos crescer muito", disse o presidente do Leão Fábio Bentes.

 

Abaixo, leia trechos relevantes da entrevista. 


Acerto com o Remo  
É uma satisfação. É um clube que tem um potencial de crescimento espetacular. E tem uma gestão responsável e isso foi determinante para que possa estar aqui. Para me manter no cargo, precisamos de resultados.

Estrutura 

Desde o início das nossas conversas falamos sobre vários aspectos. Óbvio que o objetivo principal é o futebol. Um clube estruturado e organizado, precisa de investimentos em outras áreas também. Fiquei feliz e satisfeito com o que vi. Temos condições suficientes de desenvolver um bom trabalho.

Elenco e prioridades 
Não temos recursos para competir com clubes de Série B. A diretoria preza pelo pagamento e não vamos fazer loucuras. O clube está renovando com quem teve êxito este ano e busca outros (...). A ideia é termos 24 jogadores e mais quatro goleiros. Time enxuto. O acesso é a prioridade. A Copa do Brasil também. Mas, lutar para ser tricampeão (estadual) é um título importante. 


Observação 
Este ano, o planejamento foi correto. Futebol tem uma complexidade de coisas. Na Série C, o clube fechou com quatro, cinco jogadores para dar aquele plus.
Saí do Brasil por causa disso. Os atletas me cobrando.

Treinador 
Essa semana ou, no mais tardar semana que vem, acredito que tenhamos definido a questão do técnico. Sem decisão unilateral. Vamos esgotar as ideias para tomarmos uma decisão.

Remo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM ESPORTES