CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

‘Estou assumindo a culpa’, diz Tonhão, presidente do Remo, sobre mau momento do clube

Em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (27/5), o presidente do Leão se pronunciou sobre a temporada abaixo do esperado e mau momento que o time vem enfrentando

Andréia Santana
fonte

Em busca de reverter o mau momento na Série C do Campeonato Brasileiro, o Clube do Remo apresentou nesta segunda-feira (27/5), o técnico Rodrigo Santana, em uma coletiva de imprensa. Antes da entrevista com o novo treinador, o presidente do clube, Antônio Carlos Teixeira, o Tonhão, pediu para se pronunciar e assumiu a culpa pela má temporada do Leão. 

“Quem me acompanhou e participou da minha campanha, sabe que lá atrás, eu disse que não era um homem muito chegado a microfones, a entrevistas. Isso sempre foi assim, seja na vitória, seja na derrota; que eu só iria falar no momento em que houvesse necessidade”, iniciou o dirigente.

“Acho que hoje o Remo vive um momento difícil, que precisa da palavra do presidente e eu esto aqui, assumindo a minha responsabilidade, assumindo o meu compromisso com esse clube, como eu sempre tive; e assumindo, também, uma culpa de a coisa não estar andando como a gente estava querendo. Infelizmente, quando formamos esse plantel, foi quase unânime o elogio de que era um plantel de Série B para jogar a Série C. Trouxemos um treinador, o Catalá, que tinha uma grande maioria a favor da volta dele. Infelizmente, durante o Campeonato Paraense, alguns obstáculos aconteceram e tivemos que fazer uma mudança. Veio a Copa Verde, eliminamos o Amazonas já com o novo treinador e fomos disputar de igual para igual com o Paysandu. Vale ressaltar que o Amazonas, hoje, é da Série B”, completou.

O presidente do Leão lamentou ainda a derrota do time na primeira fase da Copa do Brasil, algo que para ele foi inadmissível. Na época, o Remo foi derrotado por 1 a 0 pela equipe do Porto Velho, resultado que não era esperado pelo clube e pela torcida. 

“Quero ressaltar uma coisa. O maior erro dessa administração, desse plantel, foi a perda do primeiro jogo da Copa do Brasil. Aquilo não se admite. Perdemos dinheiro, perdemos uma série de situações. Tivemos que passar por cima disso e ir para frente, como estamos agora trabalhando no sentido de melhorar a situação do clube, do plantel”, afirmou Tonhão. 

VEJA MAIS

image Remo deve anunciar lateral-direito do Coritiba como reposição a Thalys, que está fora da temporada
O lateral-direito Diogo Batista, de 20 anos, desembarca em Belém nesta segunda-feira para realizar exames médicos antes de assinar com o Leão


image CT do Remo é marcado por pouca utilização, problemas na estrutura e falta de transparência
Espaço passa por obras de revitalização, mas o Leão não atualiza o avanço dos trabalhos há meses.


image Com um jogador expulso, Remo é goleado pelo Náutico-PE na Série C
Clube azulino, mais uma vez, não jogou bem e amargou a quarta derrota no campeonato


 

Na última semana, torcedores azulinos protestaram no Estádio do Baenão e o alvo foi o próprio Tonhão. Os torcedores fixaram por todo o local cartazes com a foto do presidente do clube com a frase “procura-se”, uma alusão aos de buscas por pessoas desaparecidas.  Durante a entrevista, Tonhão deu razão aos torcedores por estarem revoltados com o desempenho do time. 

“A torcida tem toda a razão de estar revoltada com a produção desse plantel. Nós tivemos partidas na Série C que a nossa produção foi pífia, inclusive na nossa vitória contra o Floresta. Acho que tivemos uma apresentação razoável, no segundo tempo do jogo contra o Volta Redonda. Então, em função de tudo isso, da nossa preocupação não com o rebaixamento - porque o Remo tem que pensar grande, em Série B, em acesso - nós temos toda a condição. Estive recentemente com o Eduardo Batista e ele disse que a gente tem plantel para subir, infelizmente algumas coisas não têm dado certo e aí tivemos que fazer essa mexida no comando técnico”, disse.

Por fim, Tonhão ressaltou a confiança em Rodrigo Santana, recém-contratado, que carrega a esperança do clube e da torcida de reverter o cenário desfavorável em que o Leão está vivendo. 

“Temos uma confiança muito grande no nosso treinador. Ele já teve uma conversa com o elenco, motivando. Acho que é um elenco que tem muito a ser tirado, mas eles estão muito a dever para nós todos, torcida e diretoria. Esperamos que a partir de hoje o Remo viva um novo ciclo, já com o comando do Rodrigo Santana. É um técnico novo, porém com certa rodagem, inclusive dirigiu um clube de massa, o Atlético Mineiro. Temos que desejar sucesso e boas-vindas. Que possamos estar em breve comemorando a recuperação do Remo”, finalizou.

 

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Remo
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM REMO

MAIS LIDAS EM ESPORTES