Convidado do Geral no Live, atacante do Remo Neto Baiano promete gol e afirma: 'Vai ter dancinha'

Atacante foi o convidado do programa desta sexta-feira (27)

Andre Gomes

O atacante do Remo Neto Baiano foi o convidado especial do programa Geral na Live desta sexta-feira (27). Sincero e polêmico como sempre, após passar o primeiro Re-Pa em branco, o jogador reafirmou que balançará as redes do Paysandu, neste domingo (29), pela Copa Verde e que vai ter dacinha.

"Vou fazer gol. Em clássico não passo dois jogos sem fazer gol, pode ter certeza disso. [...] Vai ter dancinha, no ritmo do forró, para a minha torcida", dispara.

MEDO DO PAYSANDU

Crítico, Neto Baiano também abordou o lado interno do Remo em clássicos contra o maior rival. Segundo o centroavante, algumas pessoas dentro do Baenão aparentam temer o Papão e, para Neto, esse é um sentimento que o clube deveria deixar de lado.

"Acho que o que atrapalhou um pouco foi o fato do time temer o Paysandu. A diretoria da gente e algumas pessoas parece que tem medo de jogar contra o Paysandu. A gente tem que perder isso, tem que jogar contra eles de igual para igual, não tem negócio do Paysandu ser melhor que a gente", comenta.

ELIMINAÇÃO NA SÉRIE C

"Eu sou um cara muito verdadeiro, eu acho que a minha chegada e a do Eduardo atrapalhou um pouco. Se você chega em um grupo com os caras naquela pegada e Eduardo e eu com mais nome, sempre o jogador sente aquele frio. Não senti isso no ambiente, mas queira ou não queira a gente sente".

INVESTIDAS DO REMO

"O pessoal [do Remo] me ligou no começo do ano, estava de boa em casa e não queria sair das minhas férias. Aí o pessoal do Vitória-BA me ligou também e eu tinha uma proposta de três meses de contrato [do clube baiano]. Aí falei com o Luciano Mancha que eu não viria [...] e contratou um outro atacante que veio do Rio [David Batista]".

HÉLIO DOS ANJOS

"O Hélio [dos Anjos] é um treinador muito diferenciado, para montar time igual ele, é difícil. Você pode ver que ele pegou o Goiás caindo, senão me engano, 2016 ou 2017, ele chegou, ajeitou o time e eles conseguiram se livrar".

REMO E PAYSANDU NA SÉRIE C

"O Paysandu tinha um grupo [na Série C] e o Remo veio desmontando, a gente perdeu os principais jogadores praticamente. O Gustavo [Ramos] saiu e estava bem, Carlos Alberto adoeceu e o Remo perdeu a estrutura dele".

FALHA DOS LÍDERES DA EQUIPE NA SÉRIE C

"Dentro do grupo a gente tem os líderes e tem um cara que, onde eu estiver, vou falar bem dele, que é o Vinícius, um cara de uma liderança diferenciada. Yuri, Ramires, tem vários outros jogadores e Eduardo [Ramos] é o cara do time. Eduardo se não tiver vontade de jogar, qualquer time que ele quiser arrumar, ele arruma. Acho que faltou um pouco da gente em tudo".

Remo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!