Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Com temas variados, Remo teve dez terceiros uniformes lançados na história; veja as fotos

Leão utilizou na última partida do Parazão o uniforme número três em homenagem à Amazônia. Torcedor e o presidente do Remo falaram da importância comercial e histórica de ter o terceiro uniforme no enxoval do clube

Fabio Will

Na quarta rodada do Campeonato Paraense, diante do Tapajós no Baenão, o Remo estreou o seu terceiro uniforme, feito pela fornecedora de material esportivo Volt, mas o Leão Azul vem lançando terceiro uniformes desde 2005 e alguns remetem à história do clube.

Centenário e o primeiro terceiro uniforme

A temporada 2005 o Remo encarou pela primeira vez a Série C, justamente no ano do seu centenário. O Leão tinha deixado a fornecedora Topper e acertou com a Finta, que fez um uma coleção especial, com camisa comemorativa em alusão ao centenário e também um terceiro uniforme na cor cinza com uma faixa no peito branca, mas que não chegou a ser usado pelo clube. Em 2006 a Finta manteve a pegada de criar o terceiro uniforme e lançou mais um, dessa vez com os ombros na cor azul marinho e a predominância em dourado, lembrando a camisa do centenário.

Veja mais

Camisa do Remo que ficou entre as bonitas do mundo é ‘plagiada’ por seleção da Europa
Camisa do Remo foi fabricada pela Topper em 2018

Com marca própria, Remo lança camisa desenvolvida por torcedor
Nova camisa foi produzida por torcedor e escolhida em votação popular

Saiba os motivos da camisa do Remo ser azul marinho e a do Paysandu alviceleste

Parceria com a marca "Cavalera"

Na temporada 2008 o Remo iniciou sendo vestido pela Kanxa, mas terminou com a empresa Champs. E o uniforme número três retornou, na cor prata com detalhes em azul e branco. Já em 2010 o Leão mudou para a fornecedora de material esportivo Penalty, que lançou uma camisa especial, com a marca de roupa “Cavalera”. O dourado com listras azuis, referentes à primeira camisa do Leão e com o escudo da garagem náutica, ganhou o torcedor azulino.

Marca inglesa inovou no Leão

O Remo só voltou a ter uma terceira opção de camisa em 2013, quando o Leão tinha como parceira a empresa Umbro. E os torcedores participaram de forma direta na escolha da camisa, que teve como alusão o açaí, fruto típico da região amazônica. Já em 2014, ano da Copa do Mundo no Brasil, a Umbro lançou o uniforme em alusão ao tetracampeonato mundial da Seleção Brasileira, conquistado em 1994, que completava 20 anos. A Umbro era a fornecedora de material esportivo do Brasil na Copa dos Estados Unidos e fez a camisa na cor amarela, com o escudo do Remo e também outros clubes, como Chapecoense e Atlhetico Paranaense.

Histórico 100%

A Umbro inovou em 2015 e fez outra camisa número três ao Remo, dessa vez em comemoração aos 11 anos da conquista do Campeonato Paraense 100% conquistado pelo Leão Azul, com 100% de aproveitamento, com 14 vitórias em 14 partidas.

Fala aí, torcedor

O torcedor Igor Moraes que coleciona camisas do Remo, falou da importância do terceiro uniforme, relacionando a história do clube, além de aspectos regionais.

“Gosto da ideia do terceiro uniforme, pois dá uma diversificada, sei que a maioria dos torcedores gostam das camisas tradicionais (azul e a branca), mas usar em jogos pontuais é interessante. É legal também que sempre estar relacionado algum fato da história do Remo, ao Estado do Pará ou algo regional e isso tem sido respeitado, como homenagens à Cabanagem, Círio ao açaí e agora a Amazônia. Só fazer por fazer pelo fator comercial não é tão interessante”, disse, Igor Moraes, colecionador de camisas do Leão Azul.

Veja as fotos das camisas

Terceiros Uniformes do Remo

Temas regionais

O Leão ficou sem terceiro uniforme na temporada 2016, mas em 2017, o clube lançou a camisa número três com a Topper e o tema foi o Círio de Nazaré. Na cor lilás e preto e com detalhes degradê, além do patch da imagem de Nossa Senhora de Nazaré ao centro, fez sucesso entre os azulinos. Posteriormente o clube resolveu lançar o terceiro uniforme.

O Leão voltou a ter terceiro uniforme em 2020, já com a fornecedora esportiva Kappa, na cor vermelha, em alusão aos 185 anos da Cabanagem.

Fonte de receita e consolidação da marca

Para o presidente Fábio Bentes, além do Remo ter uma nova fonte de receita, massifica a marca do clube e explora o “Conceito Amazônia”, que passou a ser um tema debatido e pelo Leão Azul nas últimas temporadas.

“O terceiro uniforme gera a possibilidade de abrir mercado, gera possibilidades de novos recursos pois se trata de mais uma nova opção para o torcedor. É uma camisa muito bonita que chega para o mercado e posamos arrecadar. E no segundo momento é representatividade dela, a Amazônia é uma bandeira que estamos trabalhando já faz um tempo, seja através de postagens, alcunha ‘Rei da Amazônia’ e fizemos através do marketing a relação. Além da questão ambiental com camisas recicladas, arrecadações por troca de garrafas, entre outras ações e trabalhando as lojas, marcas de roupas e também uniformes”, finalizou.

Onde comprar?

O terceiro uniforme do Remo, da marca Volt, na cor verde, está à venda em todas as Lojas do Remo espalhadas por Belém e Região metropolitana, no valor de R$229,90 (masculina) e R$209,90 (feminina), com os sócios-torcedores, proprietários e remidos tendo desconto de 10%. O torcedor também pode adquirir o novo uniforme na internet, através do site.

Remo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM REMO

MAIS LIDAS EM ESPORTES