Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

VÍDEO: Após jogador expulso e 'nó tático', Remo arranca empate no final contra Sampaio Corrêa

Leão soube aproveitar a soberba maranhense e conseguiu resultado importante na Série B.

Caio Maia/ O Liberal

O Remo empatou em 1 a 1 com o Sampaio Corrêa, na noite desta quinta-feira (30), no estádio Castelão, em São Luís, pela 27ª rodada da Série B. Depois de levar um baile tático no primeiro tempo e ter um jogador expulso, o Leão soube aproveitar a soberba maranhense e conseguiu o resultado na etapa final.

Veja como foi a transmissão lance a lance

Com o empate, o Remo se mantém na 9ª posição da Série B, com 37 pontos, a 9 pontos do G-4. Já o Sampaio está com a mesma pontuação do Remo, mas uma posição atrás, em 10ª. O próximo jogo do Remo na Série B será na segunda-feira (4), contra o Coritiba, às 20h, no Baenão, em Belém. 

Primeiro tempo

Na primeira etapa Remo padeceu. Não por ser "massacrado" na partida, mas por enfrentar um esquema tático ainda não visto por Felipe Conceição nesta Série B. O Leão apresentou várias dificuldades, principalmente ao suportar contra-ataques adversários.

O Remo começou a partida num 4-1-4-1, assim como já ocorre há várias rodadas. Já o Sampaio atuou num 4-1-2-1-2. Na teoria eram três volantes no meio do tricolor, mas na prática dois meias mais abertos auxiliavam as jogadas ofensivas, construídas pela dupla de ataque e pelo armador, Léo Arthur.

Dessa forma, o jogo era decidido no meio. E, por ter mais jogadores nesse setor, o Sampaio levava larga vantagem. A receita para o ataque era simples: bola longa da defesa e muita velocidade na frente. Quase sempre eram cinco jogadores do Sampaio, contra quatro remistas. Dessa forma, o tricolor maranhense pintou e bordou.

Apesar disso, o gol do Sampaio saiu em falha individual. Rafael Jansen afastou mal uma bola cruzada. Ela sobrou para Pimentinha, que chutou pro gol. Thiago Rodrigues fez a defesa, mas espalmou pro meio da área. A bola ficou livre para Léo Arthur fuzilar. 1 a 0 tricolor.

O Remo até teve chances de gol, mas poucas. Se pelo meio não dava, a saída era jogar pelas pontas. Em triangulações com os laterais, o Leão produziu pelo menos três boas jogadas. A maioria foi desperdiçada e uma foi defendida pelo goleiro do Sampaio, Luiz Daniel.

Remo foi para o intervalo perdendo e sendo bem inferior ao adversário. O Leão sabia que precisava acertar a defesa para não levar mais sufoco do tricolor maranhense. A chave parecia ajustar a linha alta e povoar o setor.   

Segundo tempo

Para o segundo tempo, Conceição sabia que precisava mudar a cara da equipe. E foi exatamente isso que ele tentou fazer. Na volta do intervalo, substituições aos montes: Pingo no lugar de Marcos Júnior, Jefferson no lugar de Rafinha e Matheus Oliveira no lugar de Lucas Siqueira. A ideia era dar sustentação no meio, promovendo um meio de campo mais sólido.

Essa era a ideia, mas não foi o que aconteceu. O Sampaio seguia sobrando na intermediária ofensiva. Era Ciel de um lado, Pimentinha do outro e Léo Arthur no meio. A tônica era a mesma da primeira etapa, um salseiro pra cima da defesa do Remo.

Pimentinha, inclusive, era o que mais dava trabalho. As investidas do atacante protagonizaram um ponto chave da partida: a expulsão de Victor Andrade. O jogador do Remo deu uma entrada desleal e recebeu cartão vermelho, após análise do VAR.

A partir da expulsão, o Sampaio tirou o pé. Teve a chance de ampliar ainda mais o placar, mas atuou de forma comedida e tentou "cozinhar a partida". O jogo, dessa forma, ficou bom para o Remo. O Leão passou a agredir mais e teve condições de empatar o jogo.

No final, a soberba maranhense foi punida. Em jogada de velocidade pela direita, Lucas Tocantins avançou para a área e bateu forte pro gol: 1 a 1.

Na reta final, o Sampaio tentou se lançar ao ataque e recuperar o prejuízo. A equipe maranhense caiu do salto e amargou o empate. Já o Leão mostrou valentia, apesar dos vários problemas táticos durante o jogo. 

Ficha técnica

Sampaio Corrêa 1 x 1 Remo

Data: 30 de setembro de 2020

Hora: 21h30

Local: Estádio Castelão, São Luís, MA

Gols: Léo Arthur (SAM); Lucas Tocantins (REM)

Cartões amarelos: Allan Godói, Alyson, Eloir e Márcio Araújo (SAM); Thiago Ennes e Rafael Jansen (REM)

Cartões vermelhos: Victor Andrade (REM)

Arbitragem:

Central: Rafael Martins de Sá (RJ)

Auxiliares: Thiago Rosa de Oliveira (RJ) e Thiago Gomes Magalhães (RJ)

Quarto árbitro: Paulo José Mourão (MA)

Sampaio Corrêa: Luiz Daniel; Watson (Luís Gustavo), Kanu, Allan Godói (Eder Lima) e Alyson (Mascarenhas); Betinho, Ferreira, Eloir (Márcio Araújo) e Léo Arthur; Pimentinha (Jean Silva) e Ciel.

Remo: Thiago Rodrigues, Thiago Ennes, Rafael Jansen, Marlon e Raimar; Marcos Júnior (Pingo), Lucas Siqueira (Matheus Oliveira) e Arthur (Lucas Tocantins); Rafinha (Jefferson), Felipe Gedoz (Kevem) e Victor Andrade. 

Remo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM REMO

MAIS LIDAS EM ESPORTES