Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Remo se posiciona sobre suposta irregularidade de atletas

Clube azulino aguarda avaliação

Redação Integrada

Em nota enviada à redação, o Clube do Remo se posicionou sobre a suposta irregularidade dos atletas Marlon e Tcharlles. 
Segundo a diretoria azulina, não há motivo para apreensão. "O clube tem tranquilidade sobre a regularidade dos atletas e qualquer posicionamento nesse sentido vamos aguardar algo concreto". 
O Paysandu argumentou que monitora o caso e decidirá se entrará com recurso solicitando punição ao Remo e a Federação Paraense de Futebol. 

O caso 

A irregularidade se apóia no regulamento da competição, em que os clubes poderiam inscrever atletas até um dia útil antes do início da 10º e última rodada da fase classificatória. O detalhe é que a rodada foi alterada, a pedido da própria Federação Paraense de Futebol (FPF). Os jogos iniciaram no dia quatro de agosto. Dessa forma, novas inscrições só seriam possíveis até o dia três. Contudo, a FPF circulou um documento, alterando a data de inscrições e impondo o dia quatro de agosto como data final para a inscrição de novos atletas. Na análise do Paysandu, portanto, a FPF alterou o regulamento com a competição em andamento, sem o consenso, o que também infringe às normas.    

Leia mais:

Parazão ameaçado: diretoria do Paysandu vai se reunir para analisar ação contra FPF e Remo

 

Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ESPORTES

MAIS LIDAS EM ESPORTES