Paysandu: campanha abaixo da crítica na Série C chama atenção e clube procura reforços no mercado

Setores que carecem de reforços imediatos são debatidos internamente. Semana será crucial para o Papão

Nilson Cortinhas

O título de campeão paraense da temporada 2020 não desafagou o clima do Paysandu. Já ficou claro a necessidade de acrescentar reforços ao grupo bicolor, tanto no aspecto quantitativo, quanto no aspecto qualitativo.

O treinador Hélio dos anjos, visivelmente incomodado com a campanha, que até então, limita-se a lutar na parte debaixo da tabela, já havia revelado que a diretoria planeja acertar com novos jogadores e ampliar às possibilidades da comissão técnica. "Vocês terão surpresas", disse, em contato exclusivo com a reportagem.

O problema é que, em meio ao momento de instabilidade, com campanha abaixo da crítica, especula-se sobre a quantidade de reforços prioritários. É óbvio que o clube não tem condições de contratar em excesso e 'inchar' a folha salarial. Vejamos... 

Sistema defensivo    

Com a evolução técnica de Netinho e a titularidade de Tony, a princípio, a lateral-direita saiu do foco da gestão bicolor. Pelo menos, no quesito contratação. No outro corredor, não há dúvidas quanto à qualidade de Bruno Collaço, cujo contrato foi renovado, além do reserva imediato, Diego Matos.

O goleiro Gabriel Leite e o seu suplente, Paulo Ricardo, também se consolidam nas respectivas funções. O problema é o miolo de zaga. A julgar pela evolução técnica, Wesley Matos e Perema surgem como titulares. Micael seria a primeira opção, na hipótese de impossibilidade de atuar de ambos. As suspensões e lesões, porém, trazem à necessidade de contratar para a referida função. Caíque Oliveira, que era uma opção para o miolo de zaga, saiu do clube até de forma surpreendente. Abriu, portanto, uma vaga. O Paysandu sonda o mercado e anunciará reforços. Para se ter uma ideia da necessidade, no jogo contra o Jacuipense-BA, Bruno Collaço foi improvisado como zagueiro central. Ele não comprometeu, mas o time perdeu a força do bom lateral. 

Os números são preocupantes. Até o fechamento da quinta rodada, o Papão tinha a segunda defesa mais vazada da competição - sofreu seis gols em cinco jogos. Só é superior ao lanterna Treze-PB. 

Paysandu não tem consistência ofensiva. (Cristino Martins)

Meio-campo

A aquisição de volantes não é a prioridade do momento. Há a concepção de que os titulares são PH e Anderson Uchôa, tidos como de bom nível. Recém-contratado, Wellington Reis é uma opção para o setor. Nesse caso, a questão que emerge é a condição de meia-armador, na acepção da palavra. A primeira aposta foi em cima de Juninho, sendo que o retorno ainda não foi o esperado. Hélio crê na evolução do meia. "Aposto muito no Juninho e no Luiz Felipe", frisou, ainda no início da semana, antes dos jogos válidos pela quinta e sexta rodada da Série C. 

O fato é que Alan Calbergue e Alex Maranhão já tiveram oportunidades e não deram o retorno necessário para a comissão técnica. Hélio dos Anjos, inclusive, observa que Calbergue pode atuar desenvolvendo outra função. "Como segundo volante", frisou. Não seria a primeira vez que Alan Calbergue atuaria dessa forma. É provável, portanto, que o clube também invista em outro reforço para o setor.   

Ataque

Se não há dúvidas com relação a obrigatoriedade de contratar para a zaga e meio-campo, a diretoria observa a situação do ataque com dualidade. O recente crescimento de Uilliam Barros como homem-gol, além da regularidade do artilheiro Nicolas, tirou de cena a contratação para esta condição.

Uilliam Barros celebra gol contra o Jacuipense. Paysandu perdeu o jogo (Cristino Martins)

No entanto, a queda brusca de rendimento de Mateus Anderson, além da contratação ineficaz, até o momento, de Erik Bessa, leva o clube a sondar outros atletas de ataque 'de lado', com características de habilidade e velocidade.   

A falta de inspiração é um problema. Até a quinta rodada, o Paysandu havia marcado apenas três gols no Brasileirão. 

Paysandu
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM ESPORTES