Para curar a ressaca após Série C, Paysandu vai pegar o Bragantino pela Copa Verde

Jogo é válido pelas quartas de final, a partir das 21h, no Mangueirão

Nilson Cortinhas

O Paysandu vai tentar, pelo menos momentaneamente, esquecer a repercussão diante da eliminação no Campeonato Brasileiro da Série C. A ordem é concentrar forças na partida contra o Bragantino, a partir das 21h, no estádio Mangueirão, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa Verde. 

Como a saída precoce da Série C se deu em condições diferentes, com um polêmico pênalti, marcado aos 49 minutos do segundo tempo, a torcida bicolor manifestou apoio aos bicolores e é esperado um público bom para o jogo de logo mais. Há, inclusive, campanhas nas redes sociais para que a torcida vá ao Mangueirão trajando camisas ou materiais pretos, em sinal de protesto contra o árbitro Leandro Vuaden, responsável pela marcação do pênalti na última partida pela Série C. O clube tenta a impugnação da partida contra o Náutico via Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). 

No meio de toda a polêmica, os jogadores e a comissão técnica alvicelestes são unânimes: o time precisa seguir e olhar para frente. Nesse caso, até o momento, só resta a Copa Verde. Os dois jogos contra o Tubarão podem levar os bicolores a mais uma semifinal da competição regional, com probabilidade de mais dois clássicos contra o rival Remo. E a Copa Verde pode ter um peso acima da rivalidade local. O título significa R$2,5 milhões em 2020, o que seria um alívio para as combalidas finanças do clube bicolor.    

Portanto, o time de Hélio dos Anjos jogará com força máxima para encaixar o jogo e vencer, se possível, com uma boa diferença de gols - já que a partida de volta será dia 18, em Bragança. O desafio será eliminar a dificuldade que os bicolores tiveram atuando em Belém diante da retranca dos adversários. A tendência é que o Braga não saia para propor o jogo e aguarde os donos da casa. 

Há também um outro sentimento envolvido na partida. Os bicolores perderam uma disputa de terceiro lugar, no Campeonato Paraense, para o Tubarão. Portanto, embora não admitam, um triunfo teria uma quê de vingança.   

 

Ficha Técnica 

Paysandu - Mota, Tony, Micael, Perema e Bruno Collaço; Léo Baiano, Anderson Uchôa e Tomás Bastos; Vinícius Leite, Nicolas e Hygor Silva. Técnico: Hélio dos Anjos 

Bragantino - Axel, Bruno Limão, Romário, Gabriel Gonçalves e Esquerdinha; Kaike, Paulo de Tárcio, Lukinha, Wendel; Bilau e Mauro. Técnico: Robson Melo

 

Local: Estádio Mangueirão 

Horário: 21h

Ingressos: R$20 (cadeira) e R$40 (cadeira)

Árbitro: Rodrigo da Fonseca Silva (MT)

Assistentes:  Fabio Rodrigo Rubinho (MT) e Eduardo Teodoro Rodrigues (MT)

Quarto árbitro: Olivaldo Jose Alves Moraes (PA)   

Paysandu
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!