Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Após fim da invencibilidade em casa, Paysandu parte para quadrangular de olho nos adversários; veja

Do começo ofensivo, o Paysandu foi diminuindo ritmo em casa até perder na última rodada. No quadrangular decisivo a vitória é primordial

Luiz Guilherme Ramos

A derrota para o Floresta-CE fez com que o Paysandu tivesse por encerrada a invencibilidade em casa na temporada. A última vez que o time bicolor havia perdido diante de sua torcida foi contra o Criciúma, no dia 6 de novembro do ano passado, pela Série C de 2021. O fim de uma hegemonia na Curuzu não foi necessariamente um problema, mas um reforço para a necessidade de se manter blindado diante da Fiel Bicolor, na reta final da Série C. 

Whatsapp: saiba tudo sobre o Paysandu. Recêêêba!

> Confira a tabela atualizada da Série C do Brasileiro

Na próxima fase, as equipes são divididas em duas chaves de quatro clubes, que jogam em dois turnos e, ao fim, os dois primeiros de cada chave garantem acesso à Série B, sendo que os primeiros colocados se classificam para a final, disputada no sistema mata-mata, em jogos de ida e volta. Ou seja, o Paysandu terá três confrontos em casa e três fora, contra ABC, Vitória e Figueirense, até a grande final. 

Até a penúltima rodada da primeira fase, os bicolores desconheciam a derrota jogando na Curuzu. Em 10 partidas, foram seis vitórias e quatro empates, até que o Floresta, eliminado na 15ª posição, desbancou o favoritismo bicolor e saiu de campo com uma vitória honrosa pelo placar de 1 a 0. 

SAIBA MAIS

Próximos adversários do Paysandu na Série C trouxeram problemas na primeira fase da competição; veja
Embora tenha classificado em segundo lugar, os bicolores terão pela frente adversários que deram trabalho; dos três, Papão perdeu para o Vitória e empatou com ABC e Figueirense


Márcio Fernandes prevê quadrangular difícil para o Paysandu e critica arbitragem da Série C
Treinador comentou atuação bicolor após a derrota por 1 a 0 para o Floresta-CE, na Curuzu. 


Sem clássico Re-Pa, Paysandu pode reabrir o Mangueirão contra o Figueirense na Série C
Mangueirão terá capacidade para mais de 50 mil torcedores e será reaberto no dia 30 de agosto


 

Levando em conta o aspecto dos jogos, nos cinco primeiros disputados em casa o Papão foi absolutamente soberano, conseguindo duas goleadas e apenas um empate. O maior placar foi um 5 a 0 contra o Atlético-CE então disputado na Arena Verde, em Paragominas, seguido de um 4 a 1 contra o Botafogo-SP. Ao todo, foram 14 gols marcados e apenas três sofridos. Os demais resultados foram 1 a 1 com o ABC, 2 a 1 diante do Volta Redonda, e um 2 a 0 sobre o Manaus. 

Nas últimas cinco partidas, o ímpeto ofensivo foi baixando. Em campo o Paysandu venceu apenas dois dos cinco, o primeiro por 2 a 1 sobre o Botafogo-PB, e 1 a 0 em cima do Confiança. Vieram também dois empates em 1 a 1 contra Brasil de Pelotas e Figueirense, além da derrota, na rodada final, para o Floresta. Em resumo, nos últimos cinco jogos em casa, o Paysandu duas vitórias, dois empates e uma derrota, marcando cinco gols e sofrendo quatro. 

A partir de agora a situação é outra. Com três jogos em casa e três fora, a equipe do técnico Márcio Fernandes precisa subir novamente a efetividade dos gols, contando com a valiosa ajuda do atacante Marlon, autor de 10 gols, que lhe valem o posto de artilheiro da Série C e um dos atacantes mais perigosos desta competição. Em resumo, o Paysandu precisa melhorar bastante para superar adversários ainda não vencidos nesta temporada. Jogam em Belém Figueirense, ABC e Vitória, todos de olho nas quatro vagas da Série B do ano que vem. 

 

Paysandu
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM PAYSANDU

MAIS LIDAS EM ESPORTES