Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Paysandu ganha primeira regata do campeonato de remo

Papão larga na frente dos rivais e ruma ao bicampeonato de canoagem

Braz Chucre

O Paysandu venceu a primeira regata do Campeonato Paraense de Remo de 2020 com 34 pontos conquistados nos doze páreos corridos. O Clube do Remo foi o segundo com 27 pontos. Associação Guajará, terceira, como 22 pontos e a Tuna Luso foi quarta colocada com um ponto.

A equipe bicolor ganhou seis primeiros lugares contra quatro dos azulinos e dois dos guajarinos.

A regata começou no domingo (1) e foi suspensa por causa das marolas na Baía de Guajará. A conclusão aconteceu na manhã desta segunda-feira (2) na orla do Ver-O- Rio com a realização das três provas restantes- Double Skiff masculino A; Four Skiff feminino sênior e Oito Gigantes masculino sênior.

No Double Skiff masculino Associação Guajará foi primeira; Remo, segundo e Payandu, terceiro.

Já no páreo Four Skiff feminino o Remo foi primeiro, Paysandu, segundo e A. Guajará, terceiro.

Na prova do Oito Gigantes masculino sênior com participação dos quatro concorrentes, o Paysandu foi primeiro colocado.

 A guarnição bicolor saiu atrás e nos mil metros remou com precisão virando pra cima Associação Guajará que estava na liderança e acabou ficando em segundo lugar. O Remo foi o terceiro.

"Foi uma vitória merecida a do Oito Gigantes. A maré estava muito ruim, saímos atrás e a Guajará na frente. Depois dos mil metros conseguimos remar bem e viramos. Foi uma grande vitória nossa. A equipe está de parabéns”, relatou o solta proa bicolor Mechel Soares [Jacaré].

Na visão do técnico Afonso Sarmanho, do Paysandu, deu o resultado que os bicolores esperavam. “Mas não foi fácil, pois na regata nada é previsível. A temporada está apenas começando e vai ser longa. Vamos seguir nos treinamentos e brigar pelo título”, conta.

O catarinense Eduardo Silveira, 56, estreou como técnico do Clube do Remo e analisou o resultado da primeira regata “Estou apenas 55 dias em Belém trabalhando e conhecendo minha equipe. Achei bom e na segunda regata vamos estar melhor ainda”, destacou

A primeira regata foi em homenagem ao ex-atleta Deyvson Renato Siqueira Souto [Chave de Fenda], falecido em dezembro, vítima da violência urbana belenense, crime ainda não elucidado.

Chave de Fenda remou pelo Paysandu, Remo e Associação Guajará. Além de uma passagem pela seleção brasileira

Mais Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM MAIS ESPORTES

MAIS LIDAS EM ESPORTES