Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Ciclistas paraenses percorrem mais de 3 mil quilômetros até o Santuário Nacional de Aparecida

O grupo com atletas devotos da padroeira do Brasil saiu da cidade de São João de Pirabas (PA) na última quinta-feira (1) e espera chegar ao destino em até 20 dias

Juliana Maia

Movidos pela fé e devoção à Nossa Senhora Aparecida, integrantes do grupo de ciclismo “Romeiros de Pirabas” partiram de bicicleta rumo a São Paulo, onde está localizado o santuário da santa, conhecida como a padroeira do Brasil. No momento, o grupo, que saiu da cidade natal no dia 1º de setembro, está em Tocantins e percorreu mais de 900 km. Entre os participantes da empreitada, estão Vitor Souza, de 46 anos, Justino Silva, de 40 anos e Ruvanildo Oliveira, de 32 anos.

VEJA MAIS

Devotos de Nossa Senhora do Bom Remédio se unem em procissão no Círio no próximo domingo
A programação terá início às 6h30, com uma missa na Comunidade do Imaculado Coração de Maria, no bairro do Coqueiro, seguindo de procissão

Círio 2022: confira a programação do Círio Musical deste ano
A programação retorna de forma presencial com shows na Concha Acústica, da Praça Santuário, durante a quadra nazarena, de 9 a 22 de outubro

'Nem acredito', diz menina do Piauí após ter carta respondida pelo Papa Francisco
O momento da entrega do documento para a pequena Maria Gabriela, de 7 anos, foi compartilhado no Instagram de Dom Gabriel Santos, bispo de sua cidade

A ideia da ida de bicicleta para o Santuário de Aparecida começou antes da pandemia. O grupo já estava preparado para fazer a viagem, mas com o lockdown em decorrência da covid-19, os planos precisaram ser adiados. Para encarar o desafio de mais de 3.000 km, Vitor Souza conta que há uma série de etapas a serem cumpridas.

“Além dos treinos para adquirir resistência física, outros fatores também precisaram ser pensados antes de iniciar o percurso. Tem que ter a parte financeira, a parte de preparação das bicicletas, fazer a substituição de peças [do meio de transporte] para suportar a longa estrada. Além, é claro, de trabalhar a parte psicológica."

Para suportar o trajeto, o trio de ciclistas passa a noite em locais cedidos por pessoas da cidade onde resolvem fazer a pausa para descansar. Com a repercussão da pedalada em devoção à santa, muitas buscam ajudar o grupo da maneira que podem, seja dando dicas ou oferecendo água, alimentos e até alojamento para passarem a noite.

Para Rosenildo, conhecido como “Dentinho”, a experiência está sendo ótima. O ciclista conta que sempre participou dos pedais, mas que estava parado há dois anos e decidiu, em cima da hora, que integraria a equipe de romeiros para Aparecida, pois já tinha um desejo antigo de realizar uma viagem longa usando a bicicleta.

O rapaz explica que, com a falta de preparo, a dificuldade está sendo bem grande, com o surgimento de dores nas pernas e contrações nos joelhos durante o percurso. “Mesmo sofrendo [com as dores], em momento algum bateu arrependimento. Depois que eu subi na bicicleta e decidi vir, eu disse ‘agora eu não volto mais’ e eu não desisti, mesmo com muitas subidas encontradas na estrada”, conta.

Dia do ciclista: Pará registrou 350 acidentes envolvendo ciclistas de janeiro a maio de 2022
Entre os acidentados, 202 ficaram feridos e 17 perderam a vida. Data chama atenção para segurança no trânsito para quem pedala

Justino Silva conta que a devoção pela padroeira começou na infância, por causa da mãe Maria Silva, que frequenta a igreja católica. Para o ciclista, que começou com 15 anos no esporte, esta é uma experiência gratificante e diferente. Justino é um dos organizadores e participa há mais de 20 anos da romaria de bicicletas, saindo da cidade de São João de Pirabas com destino à Basílica de Nossa Senhora de Nazaré, no período do Círio.

O grupo devoto espera chegar até o Santuário de Nossa Senhora Aparecida na terça-feira (20) e percorre, todos os dias, 150 km, até realizarem uma pausa para descansar. Atualmente, os ciclistas estão na cidade de Miranorte, em Tocantins, mais de 970 km longe da cidade de origem.

Apesar das dificuldades, os romeiros contam que tudo valerá a pena quando chegarem ao destino. “O intuito é agradecer a Nossa Senhora por tudo o que ela faz para a gente. Sempre tivemos esse sonho de vir pedalando para fazer esta homenagem”, diz Vitor.

(Estagiária Juliana Maia, sob supervisão do editor executivo de OLiberal.com, Carlos Fellip)

Mais Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM MAIS ESPORTES

MAIS LIDAS EM ESPORTES