Justiça mantém condenação e Remo terá que pagar mais de R$600 mil ao lateral Levy

Advogados do Remo analisam a decisão e estudam a possibilidade de recorrer

Fábio Will

O Remo sofreu nova derrota fora das quatro linhas. Na última semana o Tribunal Regional do Trabalho manteve a condenação de R$645 mil em relação ao processo movido pelo lateral direito Levy, que é cria das categorias de base do Remo. O jogador pediu na justiça mais de R$700 mil e cobrava salários atrasados nos anos de 2013, 2014, 2015, 2016 e 2018, além de 13º e FGTS.

A equipe de OLiberal conversou com o advogado do Leão, André Serrão, que confirmou a condenação e estuda a possibilidade de recorrer da decisão.

“Já havia uma condenação desde a gestão do presidente Manoel Ribeiro e o TRT julgou o recurso e manteve a condenação. O atleta tinha muitos salários em aberto ao longo de cinco anos, então a defesa técnica ficou prejudicada. Estamos analisando a decisão e decidindo se vamos recorrer”, comentou.

Levy despontou no Remo em 2007, atuou por vários anos no clube e conquistou os títulos do Parazão de 2007, 2008, 2014 e 2018, além do acesso para a Série C em 2015. Além do Leão Azul, Levy passou também pelo Ananindeua, Tupi-MG, São José-RS, Baraúnas-RN Tuna, Pauarapebas, Independente, ABC-RN, Floresta-CE, Bragantino e por último disputou o Campeonato Goiano pelo Jaraguá-GO.

Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM ESPORTES