Técnico do Paysandu, João Brigatti foi goleiro do Remo. "Brincávamos muito", diz ex-colega de Remo

Em 94, Almir jogou com o atual técnico do Papão, então goleiro azulino

Andre Gomes

No próximo domingo (17), pela primeira vez João Brigatti experimentará um Re-Pa como técnico do Paysandu. Mas a história do ex-goleiro no clássico não vem de agora e inclui até um Remo x Paysandu, em 1994, defendendo as cores do Leão.

Naquele ano, então reserva de Clemer, Brigatti vivenciou o Clássico Rei da Amazônia do banco. Entre os companheiros de Remo de Brigatti estava Almir Lameira, que relembrou os momentos de convivência com o atual comandante do Paysandu.

"A gente brincava muito, o Brigatti sempre foi muito brincalhão. Se juntava eu, ele, Alencar, Belterra, Clemer, Ivair, mas só brincadeira sadia", revela o ex-jogador de 49 anos, campeão paraense em 94 pelo Remo.

Apesar de não lembrar de muitas histórias com o ex-companheiro, Almir, mesmo sendo remista, deseja sorte a Brigatti para o jogo de domingo.

"A minha estreia foi num clássico e desejo que ele faça um bom jogo e que corra tudo bem. Desejo sorte pra ele, apesar dele tá no Paysandu, mas o Clássico Rei da Amazônia é o mais importante do Campeonato Paraense, então que vença o melhor", finaliza Almir.

BRIGATTI x NETÃO

Ouça e saiba por que o comentarista Carlos Ferreira acredita que os dois técnicos (João Brigatti, do Paysandu, e João Neto, do Remo) chegam em pé de igualdade para o Re-Pa.

Futebol