Equipe do Parazão feminino de futebol desiste do torneio e técnica dispara: 'Discriminação'

Polêmicas rodeiam o Sacramenta nas últimas semanas

Andre Gomes

Após três rodadas do Campeonato Paraense de futebol feminino, o Sacramenta desistiu do torneio. Já há algumas semanas a direção do clube, presidida por Roberto Moreira, pensava em retirar a equipe da competição, inclusive, demitindo a técnica Márcia Portal. Mas a atitude não caiu bem entre as jogadoras.

Em apoio à Márcia, as atletas protestaram ontem (4), antes da derrota contra a Tuna por 3 a 0. Em retaliação, a direção do Sacramenta confirmou a retirada do time do Parazão. A treinadora, em entrevista à Redação Integrada de OLiberal, comentou a situação e sobre o apoio das atletas.

"Isso é discriminação, mas as meninas já tinham dito que se eu fosse mandada embora, não jogariam. Se eu estivesse na presidência da equipe, esse time estaria jogando a Segundinha no futebol masculino, porque eu tenho é coragem. Quem vai atrás daquilo que precisamos para o time funcionar, somos nós, mulheres. Se eu for desligada, até o fim do ano já tenho onde trabalhar", disparou Márcia.

O Sacramenta estava no grupo A do Campeonato Paraense, junto da Esmac, Tiradentes, Sport Belém e Paraense. Já o grupo B é formado por Remo, Paysandu, Tuna Luso, Bragantino e Pinheirense. O próximo jogo do Sacramenta ocorreria na tarde da próxima quinta-feira (7), contra o Paysandu.

OUTRO LADO

Presidente do clube, Roberto Moreira não quis comentar o assunto.

Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM ESPORTES