Em Belém, a Copa do Mundo e as homenagens a Pelé incentivam a procura por escolinhas de futebol

No mesmo mês em que ocorreu a Copa do Mundo e a morte do maior jogador de todos os tempos, a procura por escolas de futebol aumentou consideravelmente na capital

Luiz Guilherme Ramos
fonte

Realizada de quatro em quatro anos, a Copa do Mundo exige o que há de melhor no futebol das seleções participantes. E a escolha de um elenco que disputa uma o torneio é um processo longo, que demanda, sobretudo, o talento nas quatro linhas. Entre os escolhidos, não existe um que não tenha passado por uma escolinha e sonhado, desde cedo, com a carreira no futebol.

O "sonho dourado" que abraça crianças e jovens por todos os cantos é movido pela grandeza de suas conquistas. Por ser o maior campeão da Copa do Mundo, o Brasil é visto como o país do futebol. De fato, pelo número de praticantes talvez seja. E a cada final de Copa do Mundo, a influência na garotada aumenta, no mesmo passo da procura por escolas de futebol.

Em Belém não é diferente. Depois que o argentino Lionel Messi levantou a taça pela seleção da Argentina, a procura por escolhas de futebol aumentou consideravelmente. Na unidade paraense da Inter Academy, a rede de escolas de futebol oficial da Inter de Milão, o crescimento registrado foi na casa dos 20%, como explica Tatiane Marinho, que trabalha no setor administrativo da escola.

SAIBA MAIS

image Ídolo do Flamengo abre inscrições para escolinha de futebol em Castanhal
Inscrições para as aulas são permitidos para alunos entre 5 e 16 anos.


image Escolinha de futebol MF-10 cria projeto de inclusão social de paratletas de futsal
Com aulas grátis, Magrão, instrutor, promove interação social entre crianças e adolescentes especiais


image Atacante, ex-Remo e Paysandu, cria escolinha de futebol no Bengui
Fundada em janeiro, no momento está com atividades de campo suspensa por conta da Covid-19.


 

"Sim, a escola registrou uma procura maior depois que começou a Copa do Mundo e depois que se encerrou esse aumento se manteve. Acreditamos que foi na casa dos 20%, em média. Muitas crianças que não gostavam do esporte vieram aqui com esse interesse. Foi no sentido até de incentivar quem não tinha o hábito", explica. Hoje a instituição conta com cerca de 300 alunos, parte deles recém-chegados com o fenômeno da Copa.

Na capital paraense são dezenas de escolas de futebol, que reúnem crianças e adolescentes em busca de um sonho. No bairro da Cremação, uma escola tem como objetivo não apenas formar jogadores, mas trabalhar a consciência dos jovens que lutam por uma vaga nos clubes profissionais, segundo diz o professor da escola Bem Demais. 

image O professor Thiago Sena e a garotada do Bem Demais. (Cristino Martins / O Liberal)

"A Copa do Mundo motiva as crianças, porque elas vivem um ambiente de festa. Quando os pais explicam o que acontece, ela começa a sentir o ambiente. Ela viu vários jogos na televisão, quando estavam de férias, e quis ser um Neymar, um Mbappe, um Messi. Depois da Copa tivemos mais seis alunos. Hoje eles vem com camisa do Brasil, camisa da Argentina e passaram a se interessar pelo futebol", explica. 

Além da Copa do Mundo, outro fato também acabou contribuindo para a procura das escolinhas de futebol: a morte do "Rei do Futebol", Edson Arantes do Nascimento, o Pelé. A morte do ídolo ocorreu no dia 29 de dezembro deste ano. E após a passagem, homenagens do mundo inteiro tomaram conta da mídia e das redes sociais.

Por todos os cantos do mundo a figura do "Atleta do século" foi lembrada e isso, inevitavelmente, despertou a curiosidade nas pessoas que nunca viram o jogador em ação. "Toda criança tem avós que podem compartilhar histórias do Pelé. Assim aconteceu com o Bernardo, que é meu sobrinho, e ouviu histórias do meu pai. O Pelé é um ícone do futebol e essa importância respinga em mim até hoje, que sou professor. Quem gosta de futebol e vive disso tem o Pelé como ídolo", destaca. 

Futebol
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM FUTEBOL

MAIS LIDAS EM ESPORTES