Governo do Estado se posiciona sobre manifestações de caminhoneiros

Em nota, a Sefa afirma que o Pará não aumentou o ICMS, apesar dos sucessivos reajustes da Petrobras

Redação Integrada

Em dia de manifestação de caminhoneiros, que fecharam vias em protesto contra o aumento dos combustíveis, e de motoristas de aplicativos, que reivindicam redução do ICMS, a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefa) divulgou nota esclarecendo que o reajuste no preço do combustível é de responsabilidade exclusiva do governo federal e da Agência Nacional do Petróleo (ANP).

A nota afirma que o Pará apenas aplica o preço determinado pela Petrobrás.

“Sobre a questão do ICMS, não houve aumento do imposto estadual. Enquanto isto, a Petrobrás e ANP - ambos vinculados ao governo federal - aumentaram em quase 35% o valor da gasolina, na refinaria. O governo do Estado é solidário à população penalizada com os altos preços dos combustíveis”, diz a nota.

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA