Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Dia dos Pais já anima empreendedores de Belém

Data é celebrada só em agosto, mas expectativa para as vendas já é alta 

O Liberal

Não faltam datas especiais para animar os micro e pequenos empreendedores no segundo semestre e é o Dia dos Pais que abre a temporada de produtos e presentes personalizados.

Produtora de kits de biscoitos embalados de maneira criativa e diferenciada, a empreendedora Bianca Fernandes está com expectativa de vendas altas nos primeiros quinze dias de agosto.

Ela iniciou o próprio negócio há cinco anos e de lá para cá cresceu, abriu uma pequena fábrica e já contratou cinco funcionárias para trabalhar nos produtos, todos feitos manualmente.

Ela conta que as vendas bombaram ao longo da pandemia de covid-19 e que o segredo é estar sempre inovando e buscando novos produtos e formas de apresentá-los para os clientes. 

"Dou ênfase às embalagens do nosso produto, pois o biscoito é um presente. Toda embalagem tem uma temática. Tem linha de Natal, de Dia dos Pais, Dia das Mães. A gente monta uma coleção específica, com antecedência. A coleção do Dia dos Pais traz embalagens para os pais de coração, para padrastos e avós. Temos também os kits para o pai torcedor, com produtos personalizados do Remo e do Paysandu. Vamos trazer também uma lata clássica, com três opções. Vamos lançar tudo na semana que vem. Estamos com expectativa de aumento em relação ao ano passado e também em relação ao mês passado, pois nessa época de julho, com as férias, o movimento dá uma caída", conta Fernandes, que este ano vai oferecer aos clientes presentes que variam entre R$42 e R$89.

Produção conta com apoio de cinco funcionários em Belém (Sidney Oliveira/O Liberal)

Inflação impacta preços

Ela conta que no início do ano precisou fazer reajustes nos preços por conta da inflação, principalmente por conta da utilização de manteiga, que subiu de preço. Ela gosta de trabalhar sempre com os mesmos produtos. "É tudo 100% manteiga. Além do açúcar refinado e trigo. Tivemos reajuste no início do ano e no meio do ano. Só a manteiga teve reajuste três vezes. Também teve aumento no preço das embalagens", diz.

Comércio paraense cresce 0,1% em maio
Setor acumula alta de 8,1% no ano, com aumento das vendas em seis das oito atividades pesquisadas

Proprietário de uma loja de artigos esportivos, Francisco Salgado conta que a data é excelente para a venda de camisas e diversos tipos de tênis. Ele está no primeiro ano de operação e está empolgado com o segundo domingo de agosto, pois acredita que neste primeiro dia dos pais após a pandemia de covid-19, os filhos vão estar mais dispostos a gastar com presentes para entregar nas reuniões em famílias, que foram bastante limitadas nos últimos dois anos. 

Artigos esportivos também são apostas de presente para o segundo domingo de agosto (Sidney Oliveira/O Liberal)

"Já está bem perto, então já estamos trabalhando nas divulgações e nas vitrines. Também estamos focando na reposição dos estoques com foco nos produtos masculinos, para garantir as novidades. Nunca imaginei que a China iria influenciar tanto, pois os fornecedores licenciados das marcas costumam ser de lá e tivemos um pouco de atraso em algumas entrega. Alguns produtos nem iremos ter. Mas tentamos nos precaver ao máximo possível, agindo com antecedência. O poder aquisitivo dos nossos clientes diminuiu um pouco por conta da inflação, mas os preços não sofreram tanto. Tentamos manter na média sem grandes reajustes", conta ele, que vai investir em marketing nas redes sociais e em uma promoção nas próximas duas semanas.  

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA