Débitos, como IPTU, podem ser negociados com descontos de até 90%

Benefício integra Programa de Regularização Incentivada (PRI), que se estende até 18 de dezembro

Redação Integrada

Está aberto, desde a última segunda-feira (18), o período de benefícios do Programa de Regularização Incentivada (PRI), que se estende até 18 de dezembro de 2019. A ação é realizada pela Secretaria Municipal de Finanças (Sefin).

Ao contribuinte que possa estar desatento, o chamado PRI proporciona desconto de até 90% relativos a juros e multas de dívidas com Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), Imposto Sobre Serviços (ISS), Taxa de Licença para Localização e Funcionamento (TLPL), mas também um desconto especial para o Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) já lançado, mas ainda não pago.

Os descontos têm percentuais decrescentes e ao mesmo tempo parcelamento crescente com prazo em até 18 vezes. O desconto de 90% é para o contribuinte que optar pelo pagamento à vista. O sentido do PRI é quanto maior o desconto, menor as parcelas. Dessa forma, que quiser obter um desconto de juros e multas no patamar de 80% da dívida, pagará o débito em três vezes. Se preferir 70%, poderá dividir em seis parcelas. O Programa ainda tem duas outras opções: de 65% para um prazo de 12 meses e 60% para o maior número de parcelas, 18.

“É uma oportunidade ímpar para o contribuinte trazer a sua regularidade fiscal e evitar problemas de protestos por conta desse débito fiscal, nem tão pouco a execução, o que pode travar crédito e negativá-lo junto aos institutos de informação de crédito”, ressalta o secretário municipal de Finanças, José Capeloni Júnior.

Limite – De acordo com as regras do PRI, o valor das parcelas não pode ser inferior a R$ 50 para pessoa física e R$ 200 para pessoa jurídica.

Locais – Aos contribuintes serão oferecidas as opções de atendimento para renegociação dos débitos pela internet ou nos locais de atendimento presencial. Quem optar pelo pagamento à vista com 90% de desconto ou parcelamento de três vezes com 80% de redução de juros e multas, contará com a comodidade de poder fazer pelo portal de serviços da Sefin. Já para o parcelamento acima de três meses, a Sefin oferece a central de atendimento, situada na sede da Secretaria - praça Barão do Rio Branco, 23 (em frente à igreja das Mercês), Campina.

Até o dia 18 de dezembro, o público poderá ainda se dirigir à Estação Cidadania, no Pátio Belém, 1º piso (travessa Padre Eutíquio, 1078, Batista Campos), Central Bel Fácil, localizada no Parque Shopping, 1º piso (avenida Augusto Montenegro, 4300), na Procuradoria Fiscal (rua Senador Manoel Barata, 563, Espaço Cosmorama, Campina), além dos atendimentos nas agências distritais de Mosqueiro (travessa Pratiquara, 18, em frente à igreja Matriz, Vila) e de Icoaraci (rua Manoel Barata, 900, praia do Cruzeiro).

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!