Concurso do Ministério Público é adiado por conta de rescisão de contrato com empresa

O concurso adiado é para o preenchimento de vagas de nível médio da instituição

Redação Integrada

O Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) instaurou procedimento de rescisão unilateral do contrato com a empresa Centro de Extensão, Treinamento e Aperfeiçoamento Profissional (CETAP). A rescisão causou o adiamento do concurso público para o preenchimento de vagas de nível médio da instituição.

O MPPA recebeu ofício do Ministério Público Federal (MPF) informando que a empresa é investigada e teve os bens bloqueados pela justiça em decorrência dos desdobramentos da "Operação Forte do Castelo".

Uma portaria publicada nesta quarta-feira (8) no Diário Oficial do Estado, garante que sejam assegurados o contraditório e a ampla defesa à empresa CETAP a qual terá prazo de 5 dias úteis, a contar de sua notificação, para apresentar defesa.

Concurso e Emprego
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS CONCURSO E EMPREGO