Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Benefício Taxista: mais de 7 mil motoristas paraenses já receberam parcelas do auxílio

Segundo lote de pagamento deve ocorrer ainda neste mês

Emilly Melo

No Pará, mais de 7 mil motoristas já receberam o pagamento das duas primeiras parcelas do Benefício Taxista. A transferência dos valores da primeira etapa do auxílio iniciou na última terça-feira (16). 

Segundo os dados do balanço do Ministério do Trabalho e Previdência, que coordena a ação, já foram contemplados 245.213 taxistas em todo o Brasil e 14.504 beneficiados apenas na Região Norte, sendo a quarta colocada no número de motoristas atendidos em todo o país. Entre os estados da região, o Pará se destaca com 7.068 beneficiados, seguido do Amazonas (3.861); Rondônia (1.048); e o Acre (994). Por outro lado, o estado do Tocantins ocupa a última posição, com apenas 297 taxistas que receberam as duas parcelas, que somam  R$ 1 mil cada.

VEJA MAIS

Auxílio Brasil vai oferecer crédito consignado a partir de setembro
O ministro Ronaldo Bento garantiu continuidade do programa de transferência de renda

Estudo prevê redução de 24% na extrema pobreza no Brasil ainda neste ano
Levantamento indica relação entre o Programa Auxílio Brasil e o mercado de trabalho formal

O segundo lote de pagamento aos taxistas deve ocorrer no dia 30 de agosto, com valor máximo de R$ 1.000, por parcela. Para receber o auxílio, o motorista deverá ter sido cadastrado pela prefeitura ou ente municipal até a última segunda-feira (15). O benefício será depositado em conta poupança social digital, aberta automaticamente pela Caixa Econômica, em nome do motorista, que poderá realizar movimentações por meio do aplicativo Caixa Tem. Não será necessário enviar dados ou efetuar cadastro no banco. Em casos de não movimentação da conta por até 90 dias, os recursos serão recolhidos ao Tesouro Nacional

Quem pode receber o Benefício Taxista?

O benefício é destinado aos motoristas de táxi registrados nas prefeituras até 31 de maio de 2022 e que sejam titulares de  concessão, permissão, licença ou autorização emitida pelo poder público municipal ou distrital. O motorista também precisa estar com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o Cadastro de Pessoa Física (CPF) devidamente regularizados

Saiba quem terá direito ao auxílio para caminhoneiros e taxistas no Pará
Pagamentos das seis parcelas do benefício começam em agosto e seguem até dezembro

O Benefício Taxista será válido até dezembro deste ano. As parcelas e o valor do auxílio poderão sofrer reajustes em função do número de motoristas cadastrados e o limite global de recursos. Os dados dos motoristas que atendem aos critérios do programa devem ser enviados pelos gestores municipais até o dia 11 de setembro. 

O cadastramento será realizado pelo gestor local, no sistema DATAPREV, disponível no link  

(*Emilly Melo, estagiária, sob supervisão de Keila Ferreira, coordenadora do Núcleo de Política)

Palavras-chave

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA