Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

720 mil paraenses aposentados devem receber primeira parcela do 13º salário

Montante corresponde a 48% dos recursos disponíveis para aposentados da região Norte

O Liberal

Com pagamento iniciado nesta segunda-feira (25), a primeira parcela do 13º salário disponível para aposentados em pensionistas deve beneficiar 719.655 paraenses, segundo estudo divulgado pelo Departamento Intersindical de Estudos Socioeconômicos e Estatística do Pará (Dieese-PA).

Trata-se da maior fatia dentre os estados da região Norte, que possui aproximadamente R$1,1 bilhão disponíveis, sendo 48%, R$535 milhões, somente para beneficiários do Pará.

O valor total disponível para a região Norte corresponde a apenas 3,92% dos recursos previdenciários nacionais previstos no antecipação do 13º. No Brasil, a medida deve alcançar cerca de 31,6 milhões de beneficiários, com mais de R$ 28,3 bilhões injetados na economia. 

Projeto amplia a margem de empréstimos consignados para 40% para aposentados e pensionistas do INSS
O projeto já tramita em caráter conclusivo, de modo que não precisa ir pra votação no plenário, e sim ser aprovado pelas comissões

"Com os problemas conjunturais ainda existentes, que são reflexos da pandemia de covid-19 e o aumento da inadimplência, o Dieese também estima que parte considerável destes valores deverão ser destinados ao pagamento de dividas, principalmente as oriundas dos empréstimos. Outra parte deverá ir diretamente para o consumo, trazendo uma grande contribuição a economia de todo o Pará", afirma o supervisor técnico da entidade no Pará, Roberto Sena. A segunda parcela deve ser paga ainda no mês de maio, enquanto a terceira deve ficar para o mês de novembro. 

Para o presidente da Federação das Associações e Pensionistas do Pará (Faappa), Emídio Rebelo Filho, os valores são significativos diante da crise econômica que o Brasil vive, mas é preciso usá-los com sabedoria.

"É importante para a economia paraense, pois aqui nós temos um número de aposentados bastante é considerável. Esperamos que as pessoas saibam aplicar bem o recursos. A maior parte das pessoas usam o dinheiro para quitar dívidas, pois ao longo da pandemia muita gente foi demitida, e os aposentados hoje estão garantindo as despesas da casa", conta.

Rebelo lembra, porém, que o adiantamento do 13º dos aposentados e pensionistas no Brasil é prática comum, que tem sido realizada nos últimos 16 anos com diferentes calendários.

"Tem que observar a questão política para que as pessoas não se iludam achando que isso é um favor para o aposentado em pleno ano eleitoral. O que mudou é que antes acontecia o adiantamento no mês de agosto. Neste ano, passou para abril e maio. O que deveria acontecer mesmo seria pagar o 14º salário. Isso inclusive está tramitando no Congresso e seria uma boa ajuda mesmo", avalia. 

Palavras-chave

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA