Silvio Santos decide acabar com programa Fofocalizando e criar o 'Triturando'

O dono do SBT bateu o martelo após o programa continuar atras na audiência para concorrentes

Redação Integrada com informações do Notícias da TV

O dono do SBT Silvio Santos decidiu acabar com o Fofocalizando. A partir desta sexta-feira (8), o vespertino passará a se chamar 'Triturando' com uma nova identidade visual e novo formato. Como já se ocorreu nesta quinta (7) os apresentadores julgarão famosos, músicas e até mesmo notícias políticas. Os apresentadores decidem triturar ou não ao vivo os famosos. O programa durou três anos e três meses, após subidas e quedas de audiência.  

Segundo informações do site Notícias da TV, Silvio Santos se diverte muito com o Fofobyte, um robozinho que fica ao lado da apresentadora Chris Flores durante o quadro "Tritura ou Não Tritura". Para o proprietário do SBT, o quadro é o mais agradável do programa.

Devido ao fim de notícias jornalísticas exclusivas com a saída de Léo Dias, e depois de Fábia Oliveira, os apresentadores se tornaram cada vez mais comentaristas de furos alheios e futricos de famosos nas redes sociais. Silvio Santos passou a influenciar diretamente com ordens de alterações diariamente. O quadro do triturador foi o que se sobressaiu.

O patrão considerou todos os apresentadores Chris Flores, Mara Maravilha, Gabriel Solano e Lívia Andrade se sentem mais confortáveis em dar pitacos sobre músicas e famosos, e conseguem descontrair. O dono do SBT exigiu que os apresentadores sejam mais opinativos no Triturando. Diariamente, entrarão na roda de debate notícias de diversos assuntos, até mesmo políticas.

Televisão
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM CULTURA