Especial 'Amigos' está de volta ao fim de ano da Globo

Programa reúne após 20 anos Chitãozinho & Xororó, Leonardo e Zezé Di Camargo & Luciano

O ano era 1995 e a música sertaneja estava em alta, com duplas que emplacavam um sucesso atrás do outro. Nesse cenário, Chitãozinho & Xororó, Leandro & Leonardo, e Zezé Di Camargo & Luciano se juntaram no palco, pela primeira vez, num grande show que deu origem ao primeiro especial ‘Amigos’, exibido na programação de fim de ano da Globo.

A atração agradou tanto ao público que continuou pelos três anos seguintes – até 1998 já sem Leandro. Agora, 20 anos depois, os cinco cantores retomaram o projeto com o show ‘Amigos – A História Continua’, que segue em turnê pelo Brasil.

E a apresentação de São Paulo, realizada em setembro, será exibida dia 18 de dezembro, como especial dentro da programação de fim de ano da Globo, matando as saudades dos fãs. O programa tem direção artística de LP Simonetti e direção geral de Mario Meirelles.

O show conta ainda com a participação do maestro João Carlos Martins na música "Fio de cabelo". “Queremos levar para o especial essa sensação de proximidade com os cantores, de entrar dentro da sala de cada um. As lentes levam para dentro do palco, tornando a exibição na TV mais emocionante. A sensação vai ser como estar no melhor camarote do Brasil, no maior espetáculo sertanejo já realizado pelos cinco amigos”, garante LP Simonetti.

Os cantores também festejam esse reencontro nos palcos e ressaltam que o público continua fiel, acompanhando o trabalho que eles fizeram ao longo dos anos. “É impressionante a emoção que esse show provoca nas pessoas. Acho que é porque mistura tudo. Mistura os nossos clássicos, os fãs de cada um de nós e os fãs da música sertaneja, que realmente foi um divisor de águas nos anos 90. Não tem como fugir disso”, avalia Chitãozinho.

Xororó também fala sobre a receptividade do público: “Por mais que todo show tenha o mesmo repertório, a energia e o carinho que a gente recebe são diferentes. É um coisa tão incrível o amor do público! É isso que nos traz aqui. É isso que nos motiva”.

Zezé Di Camargo, assim como Luciano, também deixa clara a felicidade com a volta do projeto. “Retomamos o ‘Amigos’ para matarmos a saudade, para nos divertimos fazendo o que a gente mais gosta. Antes de entrar em cada show, a gente vai no camarim um do outro, bate papo. É sempre um prazer estarmos juntos”.

Já Luciano comenta sobre a emoção que sente ao lado dos companheiros no palco. “Já fizemos alguns shows, mas não me acostumo. Quando gravamos o especial, chorei muito. Temos uma história muito bonita e cheia de momentos felizes para recordar. É impossível não se emocionar”.

Leonardo, que tem que segurar a emoção nos shows na hora de cantar “Mano”, comenta a homenagem feita ao irmão no especial: “Já fizemos grandes shows ‘Amigos’, memoráveis, mas este de São Paulo me deu uma baqueada quando fizemos a homenagem para o Leandro”.

O cantor ainda elege sua parte preferida do show. “É sempre especial pra gente quando subimos os cinco juntos para cantar. É a parte que eu mais gosto e acho que é também um dos momentos que o público mais gosta: a gente dividindo as os microfones e as mesmas canções”, conclui.

Televisão
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM CULTURA