Tarso Sarraf, de O Liberal, é semifinalista no Brasil Photo Awards

O concurso vai selecionar os candidatos ao World Photographic Cup.

Enize Vidigal
fonte

O fotojornalista paraense Tarso Sarraf, coordenador de Audiovisual de O Liberal, é um dos seis semifinalistas do Brasil Photo Awards (BPA), etapa nacional do World Photographic Cup (WPC), a Copa Mundial de Fotografia, que reúne talentos da fotografia e da arte digital de mais de 40 países. A lista dos profissionais nominados na etapa nacional foi divulgada na última segunda-feira, 31. A premiação mundial será em 17 de março, em Singapura.

Tarso Sarraf concorre na categoria “Reportagem” com um registro realizado durante a pandemia pela Covid-19, no ano de 2020, na cidade de Melgaço, na ilha do Marajó. A fotografia mostra uma pequena embarcação identificada como ambulância, em meio à noite em um rio amazônico com a silhueta da floresta ao fundo, cujo interior está iluminado mostrando os profissionais de saúde que trajam equipamentos de proteção individual, como macacão, luvas, máscaras e face shield.

A fotografia destacada foi publicada pela agência internacional de notícia France Press (AFP) e pelo Liberal Amazon, em matéria jornalística sobre como a pandemia impactou a população do Marajó

image Tarso Sarraf concorre a mais uma premiação de fotografia. (Divulgação)

“Estou muito feliz de estar entre os seis semifinalistas do Brasil, de ter sido escolhido entre muitos que se inscreveram”, comemora Tarso. “Essa foto rodou o mundo. Ficou em primeiro lugar no prêmio da revista Fotografe Melhor, em 2021. Também entrou para o livro anual France Press como as melhores fotografias do ano, no mundo. E, ainda, participou da 16ª Mostra Anual de Jornalismo da Associação de Repórteres Fotográficos e Cinematográficos de São Paulo (Arfoc)”, recorda.

Tarso ressalta que o reconhecimento engrandece o seu profissionalismo. Diante de uma pandemia que matou mais de 688 mil pessoas no Brasil e 6,5 milhões no mundo, ele se dirigiu para o “front” da cobertura jornalística em Belém e no interior do estado para registrar a realidade dos municípios amazônicos em meio à crise sanitária, ainda sem vacina, percorrendo hospitais, cemitérios, residências etc.

Concorrentes e categorias

No Brasil Photo Awards, o profissional paraense concorre na mesma categoria com Aldo Bernardis (PE), André Magarao (RJ), Cláudia Regina Porta Martini (SP), Olivier Boëls (francês radicado em Brasília) e Paulo Rapoport (SP).

Confira as fotografias concorrentes da categoria Reportagem: 

Ao todo, o BPA possui 8 categorias com seis indicados em cada uma delas. Além da Reportagem, as outras categorias são “Casamento”, “Comercial”, “Ilustração e Arte Digital”, “Natureza- Paisagem”, “Natureza- Vida Selvagem”, “Retrato Clássico” e “Retrato Criativo/ Ilustrativo”.

Veja toda as imagens qualificadas no do Brasil Photo Awards, em cada categoria aqui.

As imagens foram qualificadas na etapa nacional foram selecionadas por um grupo de curadores internacionais, com base em critérios da World Photographic Cup.

Etapas do concurso

Em novembro, será anunciada a “seleção brasileira” com a escolha de três concorrentes brasileiros de cada categoria, que irão concorrer à etapa mundial da premiação.

Em dezembro, a etapa internacional tem início com a publicação dos portfólios dos concorrentes de vários países, pela WPC.

Em janeiro de 2023, acontecerá o anúncio dos “Top 10 mundiais & Best of Nation”, quando serão conhecidos os finalistas brasileiros com chance de receber medalhas. Na ocasião, também será anunciada a fotografia com maior pontuação em cada país.

No dia 17 de março, será a grande final com a cerimônia de premiação, que, este ano, acontecerá em Singapura, com a presença de todos os finalistas dos países participantes. São entregues as seguintes premiações:  Certificado Best of Nation; medalhas de ouro, prata e bronze por categoria; e o título de Campeão Mundial e troféu para o país com a maior quantidade de pontos.

Carreira e prêmios

Natural de Belém, Tarso possui uma trajetória de 29 anos na fotografia, tendo realizado trabalhos para a grande imprensa nacional e internacional, incluindo a cobertura de eventos internacionais como as Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016, e a Copa da Rússia, em 2018.

Tarso possui 14 premiações no currículo, incluindo um “Vladimir Herzog” na categoria Fotografia, que foi conquistada em 2021 com outra foto da mesma série de registros feita no Marajó, durante a pandemia. E, atualmente, ele é um dos finalistas do Grande Prêmio Fotografe 2022, da revista especializada Fotografe, na categoria “Ensaio/ Fotojornalismo”.

Entre outras premiações conquistadas este ano por Tarso Sarraf, estão o Prêmio Incentivo Imagens Cotidianas 2022, do Serviço Social do Comércio (Sesc) no Pará, na categoria “Fotojornalismo/ Documentação Fotográfica"; e o Prêmio Sebrae de Jornalismo 2022, com a matéria jornalística “Gastronomia que surpreende e se renova”, publicada em O Liberal.

Cultura
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA