Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Paraenses produzem conteúdo para o Criança Esperança

Alan Rodrigo e Jonas Amador foram os responsáveis pelos ‘rells’ dos artistas

Bruna Dias

Teve Gaby Amarantos e Mítico, do PodPah, no Criança Esperança. Mas tem mais paraense por lá. Alan Rodrigo, do Clique com Alan, e Jonas Amador, os pioneiros no Brasil em produção de vídeo pelo celular, estão criando todos os rells do tapete vermelho do Criança Esperança.

Em contato com os artistas globais e convidados, a dupla tem entregado muita originalidade e criatividade. Desde sábado (13), até esta segunda-feira (15), a dupla mostrou ao que veio e produziu vídeos curtos com os globais.

VEJA MAIS

Quando começa o Criança Esperança? Veja a programação
A campanha une um timaço de grandes artistas em prol da transformação das vidas de crianças e jovens por meio da educação

Na web: saiba um pouco das profissões que têm o poder de influenciar
Em um momento tão digital, pessoas encontram nas redes sociais identificação e influência

“A gente deu o sangue. Eu e o Jonas somos os pioneiros no segmento de produção de conteúdo audiovisual usando só o celular, é aquela produção rápida, que se fala, para os stories, rells. Aqui estamos fazendo os ‘rells’ do tapede vermelho dos famosos”, contou Alan.

Há 8 anos em São Paulo, ele é um grande estudioso das tecnologias disponibilizadas no celular e usuais para publicidade. “O meu foco de trabalho é blogueira e lojista de moda, mas aqui estamos usando técnicas de transição mais dinâmicas e rápidas”, explicou Alan.

Jonas Amador é de Ananindeua e também cria conteúdo para a internet há mais de 8 anos, ele iniciou como fotógrafo, mas migrou também para o vídeo, que é o que se pede nas redes sociais no momento.

Veja Alan e Jonas no Criança Esperança (Fotos: Globo/Reginaldo Teixeira )

Assim como Alan, Jonas usa seu perfil no Instagram para ensinar tutoriais e dar dicas para vídeos. “Eu acredito muito nessa democratização de conteúdo, todo mundo pode criar só precisa saber as ferramentas certas e os truques para poder executar as ideias”, explicou.

O publicitário chegou em São Paulo há um ano e encontrou um mundo novo, com ele veio a explosão nas suas redes sociais, com o aumento de seguidores e jobs para famosas e grandes marcas.

“Para nós que somos criadores de conteúdo da Amazônia e do Norte a gente precisa de mais visibilidade, espaço e oportunidade de crescimento. Infelizmente o Brasil ainda é um país que não olha muito para a nossa região, então, estamos tentando ocupar esse espaço. Muitas vezes eu falo que a galera do Norte, do Pará, só precisa de uma oportunidade para brilhar, porque somos muito bons, fazemos coisas bacanas. O paraense em si é muito criativo”, avaliou.

Jonas sabe que a questão de oportunidade para o nortista ainda é muito reduzida, principalmente quando ele está na região. “Essa oportunidade do Criança Esperança é uma das portas que estão se abrindo, que mais possam se abrir mais na frente. Que possamos continuar criando e crescendo, levando o nome do Pará para todo mundo”, finalizou Jonas.

Passaram pelo tapete vermelho Mari Maria, Pepita, Thaynara OG, Pequena Lô, Vitão, Diogo Nogueira, Igão, Mítico, Rita Soares, Rafa Kalimann, Fábio Porchat, Luciano Quirino, Paulo Lessa, entre outros.

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA