Pagodeiro Ferrugem é investigado por vazar fotos íntimas da ex-namorada

A informação foi divulgada pelo programa "A Trade é sua" , da Rede TV

Redação Integrada

O colunista Alessandro Lo- Bianco revelou durante o programa "A Tarde é sua", na segunda-feira (13), que o cantor ferrugem está sendo investigado após vazar fotos íntimas de uma ex-namorada. De acordo com o clunista o caso está sendo investigado pela Delegacia de Repressão de Crimes de internet do Rio de Janeiro.

O artista teria vazado as fotos em um período que estava brigado com sua atual esposa. O colunista revelou ainda que já existe uma audiência no mês de março. A assessoria do cantor entrou enviou noto para o programa de tv e informou que "em nenhum momento o cantor deixou de comparecer a audiência ou se absteve de cumprir qualquer determinação judicial" e que o fato não é verídico.

Crime

Divulgar, publicar, compartilhar, vender imagens e vídeos de sexo, nudez ou pornografia de qualquer pessoa, seja anônima ou famosa, é crime. 

A lei que torna crime a importunação sexual contempla essa regra. Aquele que infringir a lei pode ter que cumprir pena de um a cinco anos de prisão. O mesmo vale para a divulgação de cenas de estupro.

Caso o criminoso tenha tido ou tenha relações íntimas com a vítima, a pena pode ser maior. A prática conhecida como "pornô de vingança" pode resultar em penas até dois terços maiores.

Outra lei, chamada Carolina Dieckman, (Lei 12.737/2012) assegura às vítimas a possibilidade de o criminoso ser preso em caso de invasão a computador ou celular e posterior vazamento de material contendo cenas constrangedoras para a vítima.

O que fazer se for vítima

Caso tenha encontrado fotos ou vídeos circulando pela internet sem a autorização, a vítima precisa salvar as imagens (pode ser através de capturas de tela, os prints) e registrar um boletim de ocorrência imediatamente.

Em seguida, é recomendado procurar o site que esteja reproduzindo o conteúdo e solicitar a retirada do ar.

Caso ache importate, a vítima pode procurar a ajuda de um advogado para dar as orientações, principalmente se for iniciar um processo contra o responsável pela divulgação.

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM CULTURA