Rapper paraense lança clipe de 'Asas de Ícaro', segunda faixa do EP 'Luminescente'

Trabalho foi produzido por Gerson Rocha do Media Catarse; assista

Vito Gemaque

O rapper paraense Daniel ADR lança o clipe da música “Asas de Ícaro”. A segunda faixa do EP “Luminescente” é uma referência ao conto de Ícaro, da mitologia grega, e neste clipe faz a alusão entre o mito da construção das asas com a realidade de construção das próprias possibilidades de vida, tal como fez Ícaro, para fugir do labirinto que o mesmo construiu.

“Asas de Ícaro” foi lançado nesta quinta-feira (19), com videoclipe produzido por Gerson Rocha do Media Catarse, a produção do beat é assinada por Erick Di e Navi Beatz e o projeto ainda conta com a gravação, mix e masterização da Mil Planos REC.

"Essa faixa fala sobre um cenário de periferia que é onde tem os negros e negras na sua maior parte. Nas periferias, os jovens não tem uma perspectiva de algo e um futuro por lá não ter acesso à educação, cultura e lazer, e outras coisas. 'Asas de Ícaro' é uma superação a essas dificuldades. Todo mundo de periferia quer voar como Ícaro, eu trouxe essa metáfora para minha realidade, voar com as asas de ouro e não de cera, porque Ícaro veste asas de cera e morre por voar perto do sol. As asas que a gente quer vestir são as asas de ouro", declarou o rapper.

Daniel ADR é rapper, compositor e beatmaker. Nasceu em 22 de agosto de 1998 em Belém/PA. Com pais separados, criou-se no deslocamento frequente entre dois bairros periféricos de Belém, Guamá e Cremação, onde por influências familiares cresceu ouvindo rap e samba, ritmos que narram sua trajetória desde a infância, afinal sua vivência de negro periférico se relacionava diretamente com as temáticas abordadas em ambos os estilos.

Agora em carreira solo, Daniel ADR lançou três EP’s de forma independente: em 2017, “Até Agora!” foi um passeio nas tradicionais batidas de boombap; em 2018, “Com amor e dor, à minha flor da Tailândia” foi um flerte entre o amor e a estética lo-fi; em 2019, com influências do estilo Southern Trap lançou “Luminescente”. 
 
O clipe instiga dois ambientes: com e sem luzes, o que pode ser interpretado como o antes e depois da vestimenta das “asas”, fazendo mais uma vez, referência ao desejo de ascensão à população negra.  A história no hip hop passa por ingresso nas batalhas de MC's do estado, sendo eleito como representante regional em 2014 para o Duelo Nacional de MC'S. A criação da TQSS, grupo de rap com maior destaque na cena local da época, abrindo shows de artistas conceituados nacionalmente, como Rincon Sapiência e Djonga, e tocando em festivais como o Rock in Rio Guamá.

Música
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM CULTURA