‘Música no Brasil virou pornográfica ou de corno’, diz Deborah Blando

A cantora ainda desabafou sobre sua partida para a Europa

Redação Integrada

A cantora Deborah Blando, de 50 anos, desabafou publicando em sua rede social que não se sente confortável com o atual mercado musical brasileiro e anunciou que está deixando o Brasil.

“Infelizmente aqui quem não é artista é famoso. E quem não canta faz sucesso. Quem mostra o corpo de forma grotesca e vulgar faz mais sucesso ainda. Música no Brasil virou ou música pornográfica ou música de corno, com letras machistas e grotescas. Sem poesia. Sem arte. O que matou a arte no Brasil, eu me pergunto?”, escreveu a atriz na publicação.
A cantora disse que se sente muito feliz de estar deixando os palcos com sua turnê “One Truth Tour”, e que nunca se “prostituiu” para alcançar sucesso.
“Infelizmente tem publico para isso. O espaço para música de qualidade e de nível se tornou escasso a tal ponto que trabalhar no Brasil se tornou inviável para quem tem realmente talento. Obviamente ainda existem ‘artistas’ que sobreviveram e ainda estão no mercado. Mas não chega a dar uma mão cheia se for contar”, lamentou.
Blando também falou que quer viver o resto de sua vida “em paz”, explorando outros tipos de arte e música em outro país na Europa.
“Eu dei tudo de mim pra música e para meus fãs. Agora preciso seguir em frente buscando outros horizontes e crescer como ser humano que sou.” Apesar de se despedir, ela diz que ainda pode voltar para fazer algum show especial em terras brasileiras.

Música
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!