Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Gaby Amarantos canta no Dia da Amazônia: 'o Brasil não é inteiro sem a Amazônia, sem o Norte'

Cantora fala da necessidade em fazer algo em prol da Amazônia e pelo país.

O Liberal

Gaby Amarantos se apresenta hoje, 03, às 11h, com o Baile na Terra, no Tendal da Lapa, localizado na Rua Guaicurus, 1.100, bairro de Água Branca, zona oeste de São Paulo. O show faz parte do festivais Dia da Amazônia 2022, que tem programação iniciada hoje, que vai até o dia 10. 

Dia da Amazônia, 5 de setembro foi instituído por lei em em 2007. Mas pela primeira vez a data será celebrada em eventos culturais gratuitos espalhados por todo o país. A partir de agora, os eventos serão realizados anualmente.

VEJA MAIS

Psica leva shows gratuitos ao Portal da Amazônia neste domingo, 4
BaianaSystem, MC Carol, Crocodilo e mais participam da mobilização em defesa da Amazônia

Tem paraense no júri do 'The Voice’! Gaby Amarantos substitui Brown na nova temporada
A previsão é que a estreia ocorra em novembro, com o time de técnicos já conhecido do público Iza, Lulu Santos e Michel Teló, e mais a jurunense; outra novidade é a apresentação de Fátima Bernardes

Para 2022, oito cidades estão à frente da comemoração, apresentando ao público shows musicais e atividades culturais.

Gaby Amarantos, em entrevista à Agência Brasil, destaca a luta de todos os anos para dar visibilidade à região amazônica, ao povo nortista e à causa da Amazônia, “que toma a nossa vida e que a gente transformou em missão artística, que é feita com muito amor. É o resultado de um caminho que vem dando muito certo”.

A paraense acredita que a mobilização que já vem ocorrendo não só em São Paulo, mas em outros estados, vai fazer com que a população brasileira preste mais atenção à causa, se envolva mais, de forma comprometida, por meio da cultura, da música, da beleza, da tecnologia e de toda a representatividade que a região tem. "As pessoas precisam conhecer a Amazônia, mas não necessariamente têm de ir à região para apreciá-la e valorizá-la."

“Conhecer é ter entendimento. É quando você sabe quais são os estados da região que a Amazônia ocupa, quando sabe sobre as etnias indígenas dos povos originários que estão lá cuidando, quando você conhece a cultura, através da música, da gastronomia, da arte, da fala de pessoas que lutam por essa floresta e precisam de justiça, porque perderam a vida nessa luta, lembrando de Bruno e Dom, que são o caso mais recente e que mobilizaram o país".

Para a artista, quanto mais você se envolve e se engaja, "de tomar uma cachaça de jambu, ouvir música e assinar uma petição em prol da Amazônia, você está conhecendo mais desta região. E está incluindo a região e fazendo com que ela faça parte deste país. O Brasil não é inteiro sem a Amazônia, sem o Norte. Ele só é completo quando o povo nortista também está junto”, apontou a artista.

Música
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MÚSICA

MAIS LIDAS EM CULTURA