Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Manu, do Égua Manu, indica três opções para assistir no streaming

A influenciadora indicou produções nacionais e premiadas

Painah Silva

A paraense Emanuela, de 23 anos, é produtora de conteúdo e tem um perfil no Instagram, no qual traz resumos dos principais e inusitados acontecimentos de Belém e região. Além disso, ela também compartilha sua opinião sobre filmes e séries famosos, sempre com bom humor. Conhecida como Égua Manu, ela conquista o público paraense e já conta com mais de 44 mil seguidores em sua conta na rede social. 

Como alguém que sempre sabe das novidades na cultura pop, Manu veio ao O Liberal fazer três indicações de séries e filme que ela recomenda e curte. 

Sua primeira opção é a produção que mostra o show de comédia de Yuri Marçal, “Ledo Engano”, bastante conhecido no meio humorístico. Ele é uma das pessoas que inclui sempre em seus shows reflexões sociais, motivo pelo qual ele é o escolhido da influenciadora. “Ele aborda temas como racismo, religião e família, de forma ácida e inteligente. O show é pra rir e se inspirar. O encerramento do show traz uma lição muito forte, sobre as injustiças que estão presentes na nossa vida e a gente precisa superar”, afirma Manu.

[YOUTUBE=vnVPoMXNP2Y]

A segunda opção é uma série bastante conhecida da Netflix. A produção “Olhos que Condenam”. Inspirada em uma história real, a trama aborda o racismo como tema principal e conta o que aconteceu com cinco adolescentes do Harlem, que são injustamente acusados de um ataque sexual brutal no Central Park. “A série mostra o que cada um fazia no dia no dia, o julgamento e a forma desumana que foram tratados na prisão, os episódios são duros principalmente o que mostra o Korey Wize, na época ele foi pra uma prisão de adultos e sofreu muito, era espancado constantemente pelos presos e pelos guardas e foi assim até o verdadeiro culpado confessar o crime. É uma série que deveria ser obrigatória assistir, não é agradável, é muita violenta mas é uma história que deve ser conhecida por todos e jamais deve ser esquecida”, conta a influenciadora.

[YOUTUBE=5ktAyxNm2fo]

A terceira indicação é uma opção para quem gosta de produções nacionais. A série “Cidade Invisível”, traz diversas histórias do folclore brasileiro. Recentemente, artistas como Alessandra Negrini e Marco Pigossi estiveram na capital paraense para gravar a segunda temporada da produção. “Na primeira temporada eles foram criticados porque a série se passava no Rio de Janeiro. Acharam o boto no Rio de Janeiro, e as pessoas começaram a falar que o boto era de água doce. Acho que ouviram as críticas e na segunda temporada vieram gravar aqui em Belém. ‘Tô’ ansiosa pra saber o que eles vão mostrar da nossa terra e feliz também por terem gravado aqui, valorizando ainda mais nossa cultura”, compartilha Emanuela. 

[YOUTUBE=GodwQKNXIYk]

(*Estagiária Painah Silva, sob supervisão da Coordenadora de Conteúdo de Cultura, Sonia Ferro)

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA