Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Lives de colo e afeto para celebrar o Dia das Mães

Ivete Sangalo, Fáfa de Belém e Mariana Belém já estão prontas para celebrar a data

Bruna Lima

Muita gente não vai poder estar ao lado de quem ama nesse Dia das Mães, seja pela distância física ou espiritual. E para aliviar um pouco o clima, o público vai ter a oportunidade de conferir uma live especial da baiana Ivete Sangalo, que conversou com a reportagem de O Liberal e falou sobre a importância de celebrar o momento.  A cantora estará ao vivo a partir das 18h pelo seu canal no Youtube.

Ivete Sangalo diz que a música tem um papel muito importante na vida das pessoas, mas é claro que em momentos mais difíceis, como o que estamos passando, ela ainda possui um papel ainda mais profundo. "A música muitas vezes traduz em palavras, o que não conseguimos expressar. Música acolhe. Música acalenta. Música traz esperança", diz a cantora.  

A cantora deseja que seja um dia especial, pois sabe que muita gente não vai poder estar ao lado de quem ama nesta data. "Escolhi com muito carinho as músicas para esse domingo, quero levar paz e alegria para as pessoas em casa".  Ela tocará sucessos como “Sorte Grande”, “Não Precisa Mudar”, “Me Liga” e muitas outras músicas de sua carreira.

Durante a transmissão Ivete Sangalo apresentará três momentos, com diferentes cenários. A ambientação será dividida como um dia, com: Manhã, Tarde e Noite. Luzes, tecidos, cenários e elementos mudarão a cada ato, ajudando a alcançar a atmosfera de cada momento.

A baiana é mãe de Marcelo, Marina e Helena. Ela começou a trajetória na maternidade aos 37 anos, que para a cantora foi o momento certo, pois se sentia madura e com o companheiro certo para enfrentar a nova fase. Sobre a percepção e a criação dos filhos ela diz que identifica que cada um possui um traço único.

"Cada indivíduo é diferente, além das gerações. Sempre tive isso comigo, cada um é único e isso não seria diferente com meus filhos. Eu vejo cada um deles nas coisas que mostram interesse, além claro, de firmar os valores que acredito e que levo na vida", destaca.

E sobre conciliar cuidado com a família e o trabalho, ela afirma que o prazer basta. "Existe muito prazer com a minha entrega em relação a minha família e com o meu trabalho. Não há nada nas minhas lidas diárias que me tire o sossego, é tudo prazeroso. Mas dentro do prazer tem a exaustão, o cansaço, a circunstância que é a quarentena. A gente tem que ser criativa, se reinventar, amadurecer. Sou uma mulher de muita sorte, continuo trabalhando. Tenho como me conectar com os meus fãs. E estou tendo um tempo que nunca havia tido junto à minha família", pontua a artista.  

Fafá de Belém abre as portas de casa em clima de almoço do Dia das Mães

Fafá de Belém vai abrir a porta de sua casa nesse Dia das Mães para celebrar a data junto ao seu público com uma live especial e, em clima familiar. Ao lado da filha Mariana Belém e das netas, a cantora paraense planeja levar amor, afeto e esperança com canções que marcam sua carreira, mas também com músicas que marcam essa época. Ela dá spoiler, "não poderia faltar Roberto Carlos". A live será às 16h pelo Canal Like e pelo canal do youtube da artista.

A live é uma maneira que a artista encontra de abraçar o público e poder chorar, rir e brincar, como geralmente ocorre nos encontros de Dia das Mães. "O cenário é a minha própria casa e vou abrir as portas como se estivesse recebendo todos vocês para o almoço. O paraense gosta de gente, gosta de receber as pessoas e é desse jeito leve que quero celebrar este momento", destaca.

A cantora diz que se sente privilegiada, pois além de estar bem acompanhada, da filha e das netas nessa data emblemática, ela também já recebeu as duas doses da vacina. "Estou feliz de estar vacinada, mas os cuidados permanecem, pois o momento ainda é difícil e delicado. O negacionismo só impossibilita ainda mais de estarmos perto das pessoas que amamos", completa. 

Fafá traz um repertório de músicas que marcaram sua trajetória como “Foi Assim”, “Meu Disfarce”, “Águas Passadas”, “Coração Aprendiz e “Meu Dilema”, mas também vai fazer blocos com canções que marcam essa época. Ela fez questão de avisar que vai ter Roberto Carlos, mas também fez mistério e garantiu surpresas. A artista diz que a live é para as diferentes gerações de mães e para as futuras mães. 

O ato de ser mãe é um marco significativo na vida da artista, já que aos 24 anos, quando engravidou de Mariana Belém, passou a ter um novo olhar sobre o mundo. Ela diz que antes desse momento levava a vida de forma mais livre e sem planos. "Quando fui mãe meu olhar mudou, pois comecei a pensar no dia de amanhã. A maternidade te dá responsabilidade sobre o legado que você deve deixar. O legado de trajetória, caráter e dignidade. Essa é a grande responsabilidade. E o que podemos deixar é o que não se compra", pontua Fafá.

 

Para ela, celebrar a data é reverenciar o amor, mas também é estar atenta para a evolução. A relação de afeto, parceria e resiliência são valores essenciais assim como o respeito. "Nesses tempos de pandemia muitas mulheres tiveram a oportunidade de vivenciar o amor e o acolhimento, mas muitas também foram vítimas do feminicídio. É muito importante ficar atento a tudo isso e passar bons ensinamentos", explica.

Dos bastidores para o palco

Mariana Belém está presente em todas as esferas na vida de Fafá de Belém, pois além da relação de mãe e filha, elas também dividem a vida profissional. Mariana diz que a música ajuda e ilumina a convivência. 

"Dividir qualquer coisa com minha mãe é sempre aprendizado e eu agradeço por aprender com ela ao longo da vida. Ela é uma escola ambulante", diz Mariana.

Mariana disse também que conseguiu colocar a música na prateleira ideal, pois revelou que já sofreu com os julgamentos e cobranças por ser filha de Fafá de Belém. "Eu tinha que provar duas vezes mais com a cobrança das pessoas. Mas hoje em dia coloquei a música na prateleira certa e cuido mais da parte comercial dela e de outros artistas", diz a filha de Fafá.

Sobre como é ter de Fafá de Belém como mãe, Mariana diz que sabe dizer como é ser filha de Maria de Fátima, uma mulher forte, que sempre lutou pelos seus ideais e conquistou tudo o que possui. "A minha mãe sempre me passou valores importantes, nunca me deixou em um lugar apenas de privilégios", declara. Mas quando ela olha para Fafá de Belém ela não nega o orgulho e a honra de tê-la como mãe.

Mariana que também é mãe de duas meninas, disse que um dos principais valores que recebeu e passa para suas filhas é de saber olhar as pessoas com cuidado e respeito. "Minha mãe recebeu isso do meu avô e consequentemente eu recebi e passo para as minhas filhas. Pois apesar de ser uma pessoa com privilégios, prezo em mostrar às minhas filhas a verdadeira realidade da vida", pontua.

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA