Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Joelma sobre proibição da marca 'Calypso': 'Eu sou calypso!'

O ex-marido da cantora, Ximbinha, que também é dono dos direitos do nome, entrou com um processo judicial que impediria ela de usar o termo em sua turnê

Painah Silva

Joelma se manifestou publicamente após o programa "A Tarde É Sua", da RedeTV!, afirmar que a cantora teria perdido uma disputa judicial contra o ex-marido, Ximbinha, pelos direitos da marca "Calypso".

Por meio do Twitter, a artista explicou que a palavra Calypso faz referência a um ritmo: “A tia vai ser didática… Calypso é um ritmo e eu tenho muito orgulho de ser pioneira na representação desse RITMO. Eu sou calypso e isso é calypso! Boa noite, fiquem com Deus!”.

VEJA MAIS

'Não há vitória de qualquer lado', diz equipe de Joelma sobre proibição de uso da marca 'Calypso'
'Calypso é um ritmo e eu tenho orgulho de ser pioneira', afirmou

Joelma lança trecho do novo DVD 'Isso é Calypso na Amazônia'
Na abertura do show, a cantora desce de um andaime suspenso 50 metros de altura para a loucura dos fãs.

Em nota enviada ao colunista Hugo Gloss, a equipe de Joelma afirmou que o “INPI apenas analisou um dos diversos pedidos de registro propostos, indicando que a expressão ‘Isso é Calypso’ não seria registrável como meio de propaganda exclusivo, pois se trata de um ritmo”.

Ainda de acordo com eles, não se pode considerar uma vitória ou perda. “Portanto, não consiste em vitória de qualquer lado, já que não existe qualquer exclusividade para o uso da expressão ‘Calypso'”, continua o comunicado.

“Reiteramos que o que existe é a turnê e o lançamento do álbum chamado ‘Isso é Calypso’, mas o nome artístico e todos os registros são da cantora Joelma. E reforçamos que não existe nenhuma decisão judicial sobre o assunto. Os registros são feitos no INPI, instituto que cuida das marcas e patentes”, finaliza.

Na última terça-feira (16), o programa "A Tarde é Sua" informou que o Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI) negou o pedido de processo da artista, pois a marca "Calypso" seria uma propriedade da ex-banda, formada por Joelma e Ximbinha, que acabou em 2015. A informação foi bastante comentada nas redes sociais.

(*Estagiária Painah Silva, sob superbvisão do Coordenador de Conteúdo de Cultura, Abílio Dantas)

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA